Agente Laranja: quatro décadas depois, a guerra continua no Vietname

Doze dos seus quinze filhos morreram de doenças resultantes da exposição ao Agente Laranja.
Fotogaleria
Doze dos seus quinze filhos morreram de doenças resultantes da exposição ao Agente Laranja.

O fogo cessou há 40 anos, no dia 30 de Abril de 1975, mas as vítimas da guerra continuam. O Agente Laranja, um herbicida altamente tóxico utilizado pelos Estados Unidos durante a guerra do Vietname, deixou naquele país um legado que não se esquece. Que se prolonga de geração em geração, como se o conflito não tivesse fim. Os filhos de quem esteve exposto ao herbicida nasceram com defeitos congénitos, doenças mentais e físicas que são marcas eternas na vida de um povo. O exército americano espalhou o Agente Laranja (assim denominado por causa da embalagem que tinha uma faixa laranja envolta) em território vietnamita com o objectivo de dizimar a vegetação local e poder detectar os soldados inimigos ali escondidos. A utilização negligente deste composto químico teve consequências terríveis na população e nos próprios norte-americanos — visíveis nestas impressionantes imagens recolhidas pela Reuters quase quatro décadas depois. Esta é uma história muitas vezes contada, mas que nunca é demais repetir. 

Mãe dá banho ao seu filho no exterior da casa onde vivem. O pai foi exposto ao Agente Laranja.
Ex-militar vietnamita tem dois filhos que sofrem de problemas de saúde graves.
Filho de ex-militar nasceu com danos cerebrais severos.
Dang Thi Quang e o seu filho Nguyen Van Binh reflectidos num aquário em sua casa.
Lai Van Bien e a sua esposa tomam conta de dois filhos com deficiência física e mental.
Nguyen Van Tuan Tu tem sete anos e é cuidada por familiares.
O Friendship Village é um centro de cuidados para vítimas do Agente Laranja.
Nguyen Thi Thiet (esquerda) and Nguyen Thi Phuoc, sofrem doença física e mental.
Elas são melhores amigas. Dinh Thi Huong (à esquerda) é surda.
Pham Thi Phuong Khanh é alimentado por sonda em Peace Village.
Lai Van Manh sorri por debaixo de uma rede de mosquitos.
Tran Huynh Thuong Sinh tem 12 anos e nasceu sem olhos.
Fetos deformados num jarro, em exposição no hospital Tu Du, em Ho Chi Minh.
Le Van Dan olha para o seu neto com deficiência.
Fotografias e diplomas de ex-militares.
Le Dang Ngoc Hung, 16 anos, sofre de deficiência física e mental.
Nguyen Dinh Loc, 20 anos, recupera de um tumor causado por exposição ao A.L.
Crianças com deficiência aguardam almoço em Peace Village, no hospital Tu Du, em Ho Chi Minh.
Dang Van Sanh (à direita): Dois dos seus filhos morreram à nascença. Um tem deficiência.
Doan Thi Hong Gam passa o tempo num quarto vazio. Tem comportamento agressivo.
Agente Laranja foi lançado de aviões americanos para expor soldados vietnamitas.
Sugerir correcção