De Shostakovich a Jeff Mills no Verão da Casa da Música

Música para todos os gostos, da clássica ao jazz e da electrónica ao rap, na programação de Verão da Casa da Música, que volta a montar um palco no exterior para os tradicionais concertos sanjoaninos ao ar livre.

Foto
Jeff Mills numa sessão de clubbing na Casa da Música, em 2013 Paulo Pimenta

Logo no dia seguinte, a Casa da Música recebe, à noite, o compositor, cantor e pianista belga Wim Mertens, que subirá ao palco com o violoncelista Lode Vercampt e a violinista Tatiana Samouil.

Outros protagonistas a destacar no programa de Junho são a fadista Cuca Roseta, que acabou de lançar um novo disco, Riû (dia 3), o cantor e compositor de jazz Gregory Porter, que dará um concerto ao ar livre na Praça Guilhermina Suggia, em Matosinhos, acompanhado pela Sinfónica do Porto (dia 13), a banda portuguesa Los Waves, cujos temas já chegaram a algumas séries televisivas, como Gossip Girl e Mentes Criminosas (também dia 13), a recém-criada Oporto Big Band, num concerto de apresentação que percorrerá alguns momentos incontornáveis da história do jazz (dia 18), ou o maestro suíço Baldur Brönniman, que dirigirá a Orquestra Sinfónica do Porto num concerto comentado dedicado à Sinfonia n.º5 de Shostakovitch  (dia 21).

Os concertos de S. João, no dia 23, incluem a actuação da Banda Sinfónica Portuguesa, na Sala Suggia, e um concerto ao ar livre de PZ, no palco montado em frente à Casa da Música. Ao mesmo palco subirá no dia 26 o surpreendente guitarrista Filho da Mãe, nome artístico de Rui Carvalho, cujas influências vão do rock a Carlos Paredes e de Paco de Lucia à música do Mali.

Em Julho, a lista de convidados da Casa da Música inclui o vocalista norte-americano José James, cujo último disco é uma homenagem a Billie Holiday (dia 4), o duo CocoRosie, das irmãs Casady, que está em digressão europeia a mostrar o seu último trabalho, Tales of a GrassWidow (dia 6), a banda brasileira O Rappa (dia 7), o DJ Jeff Mills, nome da culto da música urbana de Detroit, que actuará com a Sinfónica do Porto (dia 10), e o rapper brasileiro Criolo, num concerto cuja primeira parte será assegurada pelo cantor e compositor baiano Lucas Santtana (dia 19).

A assinalar a rentrée, no início de Setembro, estão previstos dois concertos ao ar livre na Avenida dos Aliados, o primeiro pela Banda Sinfónica Portuguesa (dia 4) e o segundo pela Orquestra Sinfónica do Porto, que interpretará obras de Joly Braga Santos, Luís de Freitas Branco, Georges Bizet, Manuel de Falla e Dvorák.