Desfile de carros eléctricos da STCP no sábado antecipa reabertura do Museu

A reabertura do museu está prevista para finais de Junho ou inícios de Julho.

Os eléctricos são muito mais afectados que os autocarros, nas três linhas existentes na cidade
Foto
Os eléctricos são muito mais afectados que os autocarros, nas três linhas existentes na cidade Fernando Veludo/NFactos

Mais de uma dúzia de carros eléctricos da STCP participam no Sábado no tradicional desfile pela marginal do Douro, no Porto, iniciativa que antecipará a reabertura do Museu do Carro Eléctrico, prevista para o início do verão.

O Desfile de Carros Eléctricos, que vai na sua 25.ª edição e cujo tema este ano incide sobre a Central Termoeléctrica de Massarelos, que comemora os 100 anos de existência, conta com 13 carros eléctricos, um atrelado e um veículo automóvel Hansa Lloyd, todos pertencentes à colecção do Museu do Carro Eléctrico da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, disse nesta segunda-feira à Lusa fonte da empresa.

A mesma fonte referiu que este desfile vai antecipar a reabertura do Museu do Carro Eléctrico, encerrado ao público no final de 2012 e cujas obras de reabilitação iniciadas em Outubro do ano passado se encontram já em fase de conclusão.

A reabertura do museu está prevista para finais de Junho ou inícios de Julho.

Este ano, para além de animação ao longo do percurso, o tradicional desfile de carros eléctricos junta-se à festa do São João, transportando num dos eléctricos o 1.º Baile em Marcha.

A partida do cortejo está marcada para as 15h30 na praça do Infante e terminará às 18h00 no Museu do Carro Eléctrico, sendo que o percurso passa pelo Passeio Alegre e termina em Massarelos.

De acordo com a STCP, a cidade do Porto foi iluminada ao longo de duas décadas pela energia produzida na Central, que comemora 100 anos e dá mote ao desfile.

A ideia é destacar “o centenário da zorra 66 como uma das protagonistas da longa história de produção eléctrica na Central”, acrescentou a fonte.

As zorras transportavam carvão das minas para alimentar as fornalhas das caldeiras que consumiam cerca de cinco toneladas por hora para que os eléctricos não parassem.

A empresa convida o público a participar no desfile, quer nas viagens quer nas paragens, sendo o custo do bilhete para viajar de oito euros para os adultos e de cinco euros para as crianças.

Fundado em 1992 nas instalações da Central Termoeléctrica de Massarelos da STCP - histórico edifício de 1915 localizado em frente ao rio Douro -, o Museu do Carro Eléctrico alberga uma colecção de cerca de 30 veículos históricos.

Apesar de fechado ao público, o museu mantém desde Dezembro de 2012 a programação turística e a organização de visitas em grupo, realizadas a bordo de um dos seus carros eléctricos.

A STCP opera uma rede comercial com três linhas de eléctricos (1, 18 e 22)