Morreu Rutger Gunnarsson, um ABBA na sombra

O músico sueco, baixista participante em todos os discos da banda, morreu esta sexta-feira aos 69 anos.

Rutger Gunnarsson nos anos 1970, o auge da popularidade dos ABBA
Foto
Rutger Gunnarsson nos anos 1970, o auge da popularidade dos ABBA DR

Os ABBA eram oficialmente quatro, Anni-Frid Lyngstad, Agnetha Fältskog, Björn Ulvaeus e Benny Andersson, mas Rutger Gunnarsson, que morreu esta sexta-feira, aos 69 anos, não só esteve com eles durante toda a carreira, como, sem ele, é provável que o som que transformou a banda sueca num dos maiores fenómenos pop da história não fosse exactamente como o recordamos.

Rutger Gunnarsson foi o responsável pelas linhas de baixo de Dancing queen, Waterloo ou Knowing me knowing you. Companheiro de Björn Ulvaeus nos Hootenanny Singers, banda folk de sucesso na Suécia, na década de 1960, tocaria depois em todos os discos dos ABBA e participaria em diversos musicais, como o célebre Mama Mia!, dedicado à história da banda, Les Miserables ou Chess.

Depois do fim dos ABBA, em 1986, foi baixista e orquestrador de nomes como Céline Dion, Westlife ou Elton John.