Mulher

A mutilação genital feminina também acontece aqui

Fotogaleria

Estas bandeiras foram mutiladas e cosidas rudemente para uma campanha contra a mutilação genital feminina (MGF). "A mutilação genital feminina não acontece apenas em lugares distantes" é a frase que acompanha os "outdoors", desenvolvidos pela agência Ogilvy de Londres em parceria com a organização não-governamental (ONG) "28 Too Many". O objectivo é despertar a consciência dos britânicos para esta prática no seu país onde, de acordo com a directora executiva daquela ONG, mais de 60 mil jovens mulheres estão em perigo. Este tipo de mutilação feminina, sublinhou em declarações citadas pelo site "Little Black Book", não é levada a cabo apenas "em África, no Médio Oriente e na Ásia". "Está a acontecer aqui, na Europa, à nossa porta." De acordo com dados de 2014, estima-se que 140 milhões de mulheres tenham sido submetidas a MGF em todo o mundo e que três milhões de meninas estejam em risco, anualmente. Em Portugal, em poucos meses desse mesmo ano, nove casos tinham sido registados.  

Sugerir correcção