Comboio da Google visita Sintra e Cascais

Apesar de não estar previsto, o comboio da Google vai também viajar entre Sintra e o Rossio para recolher imagens a 360 graus. Na quinta-feira será a vez de Cascais.

Foto
O comboio do Google à chegada às Caldas da Rainha

A CP e a Refer acordaram com a Google que a recolha de imagens na via férrea abranja também a linha de Sintra tendo em conta a importância turística daquela vila. O Comboio da Google deverá chegar nesta quarta-feira pelas 14h00 a Sintra, vindo das Caldas da Rainha, para “varrer” a 360 graus a linha suburbana homónima até à estação do Rossio.

Na quinta-feira será a vez de captar imagens entre o Cais do Sodré e Cascais.

Este projecto teve início na passada quinta-feira na linha do Douro e resulta de uma parceria entre a Google e as empresas do sector ferroviário destinado a filmar as linhas de caminho-de-ferro numa panorâmica de 360 graus.

Depois do Douro foi a vez da linha do Norte, mas o projecto teve que ser interrompido durante o fim-de-semana devido ao meu tempo. Sem Sol, nada feito quando se trata de recolher imagens.

Ontem o Comboio do Google - que é composto unicamente por uma locomotiva que empurra um vagão aberto onde está montada a câmara de filmar – fez metade da linha do Oeste, entre Alfarelos e Caldas da Rainha, estando previsto para esta quarta-feira a continuação da viagem para Sintra e Rossio.

O acordo com a empresa norte-americana prevê que as filmagens durem 13 dias, pelo que o projecto terminará em Cascais. Mas a CP não descarta retomar as filmagens numa segunda oportunidade tendo em conta o potencial paisagístico e turístico das linhas férreas portuguesas. As da Beira Baixa e do Algarve estarão, nesse caso, entre as prioritárias. A primeira porque é em grande parte do seu trajecto acompanhada pelo Tejo e a segunda por ser um destino turístico mundialmente conhecido.

Portugal é o segundo país onde a Google tem um projecto desta natureza. O primeiro foi a Suíça onde foi filmada uma linha dos Alpes.