Torne-se perito

Reese Witherspoon é a voz do novo livro de Harper Lee

É a versão áudio de Go Set a Watchman, livro escrito antes de Mataram a Cotovia e cuja existência se desconhecia até ao passado mês de Fevereiro.

Foto

A actriz Reese Witherspoon será voz da versão áudio do romance inédito de Harper Lee (89 anos), Go Set a Watchman, livro escrito antes do sucesso Mataram a Cotovia e cuja existência se desconhecia até ao passado mês de Fevereiro.

“Como sulista é uma honra e um privilégio dar voz a personagens do sul que me inspiraram o amor pela leitura na adolescência, Scout e Atticus Finch”, declarou Witherspoon ao jornal norte-americano USA Today depois da Harper Collins ter voltado a surpreender na promoção do inédito de Lee que estará à venda a 14 de Julho nos EUA e em Inglaterra e em Portugal no final do ano, editado pela Presença. 

Natural de New Orleans, onde nasceu em 1976, Reese Witherspoon vencedora do Óscar para Melhor Actriz pela sua interpretação em Walk The Line (2005), filme sobre a vida do músico Johny Cash, confessou ainda estar ansiosa por “transportar os leitores até aquele momento crucial da história americana da maneira como só a fascinante prosa de Lee o consegue fazer”. 

Escrito nos anos 50, Go Set a Watchman continua a ser um segredo bem gerido pela editora Harper Collins que tem negado qualquer tipo de aproveitamento do estado de saúde da escritora, considerado bastante debilitado desde que sofreu um AVC em 2007. Reservada, Lee não dá entrevistas desde 1964, evitando jornalistas e aparições públicas, alegando que tudo o que tinha para dizer estava em Mataram a Cotovia, original de 1950 que lhe valeu o Pulitzer e vendeu até agora mais de 30 milhões de exemplares. Essa recusão ajudou à construção de um mito à volta da sua vida. Em 2007 trocou Manhattan por Monroeville, a sua terra natal no Alabama, e o isolamento aumentou. Mas justamente em Fevereiro, responsáveis pela editora citaram Lee acerca desta edição, afirmando que ela estava muito contente, que achava que o manuscrito se tinha perdido para sempre e que era esse livro era “o pai” de Mataram a Cotovia.  

No novo romance, e que se sabe muito pouco, temos a jovem Scout mais velha, mas com o mesmo olhar sobre a América em mudança económica e social, de luta pelo fim segregação racial e defesa da igualdade de direitos. É um tempo de conflito de ideais que os leitores conhecem sobretudo através da personagem do advogado Atticus Finch, pai de Scout de Mataram a Cotovia. 

O audiolivro narrado por Reese Witherspoon será posto à venda no mesmo dia em que o livro chega às livrarias e será gravado este mês de Maio.

Sugerir correcção