Modo de Ler lança Prémio Vasco Graça Moura

Novo prémio literário dedicado à poesia

Foto

O nome do escritor portuense Vasco Graça Moura, desaparecido fez esta semana um ano, vai apadrinhar um novo prémio literário expressamente dedicado à poesia.

É uma iniciativa da editora Modo de Ler, de José da Cruz Santos, que vai contar com os apoios dos bancos BPI e BCP, da Fundação Gulbenkian e das Edições Afrontamento. E propõe-se “promover novos autores de poesia e estimular a criação poética”, diz o comunicado de lançamento.

Certamente para honrar a luta que Vasco Graça Moura acerrimamente desenvolveu contra o Acordo Ortográfico, os promotores do prémio estipulam que os textos originais dos candidatos “não poderão estar escritos segundo o chamado novo acordo ortográfico”.

As candidaturas ao Prémio de Poesia Vasco Graça Moura, que poderão ser apresentadas até dia 31 de Agosto (para: Modo de Ler – Centro Literário Marinho, Lda. Praça Guilherme Gomes Fernandes, 43; 4050-293 – Porto), serão avaliadas por um júri constituído pelos escritores Fernando Guimarães e Francisco Duarte Mangas, pela professora Isabel Ponce de Leão, pelo advogado Miguel Veiga, por um representante da Modo de Ler e pelo jornalista do PÚBLICO Luís Miguel Queirós, “personalidades que aliam a paixão da poesia ao conhecimento da personalidade do patrono do prémio”, justifica o promotor.

O anúncio do vencedor ocorrerá em Outubro. O prémio valerá 7.500 euros e a edição do texto escolhido numa co-edição Modo de Ler/Afrontamento. E a entrega do prémio e a publicação da obra realizar-se-ão a 3 de Janeiro de 2106 – data em que passarão 74 anos sobre a morte do autor de Uma Carta no Inverno.