Quinto lugar de Portugal no ranking em risco com despedida de 2010-11

Vantagem para a França, que ocupa o sexto lugar, ficará drasticamente reduzida

Foto
O FC Porto era a única equipa portuguesa ainda em prova na Europa Kai Pfaffenbach/Reuters

No início eram seis mas agora não resta nenhum: com a eliminação do FC Porto nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o futebol português ficou sem representantes nas competições europeias e encerrou as contas no que diz respeito ao ranking da UEFA correspondente a esta temporada. No conjunto, os seis clubes nacionais que participaram na Liga dos Campeões (FC Porto, Sporting e Benfica) e na Liga Europa (Estoril, Rio Ave e Nacional) somaram 54,500 pontos – a maior fatia coube, logicamente, aos “dragões”, que chegaram mais longe e obtiveram melhores resultados – mas a UEFA faz a conta pela média de pontos obtidos, o que dá 9,083 para Portugal em 2014-15.

O ranking usado pela UEFA para atribuir os lugares nas competições europeias é elaborado considerando cinco épocas (aquela em curso e as quatro anteriores), e isso é importante para Portugal porque, na próxima temporada, deixará de contar a pontuação correspondente a 2010-11. Nesse ano, em que FC Porto, Sp. Braga e Benfica estiveram nas meias-finais da Liga Europa (os dois primeiros defrontar-se-iam em Dublin, com vitória dos “dragões”) o futebol português teve a melhor pontuação média da Europa: 18,800. Graças a esse registo, Portugal tem estado instalado no quinto lugar na tabela, apenas atrás dos maiores campeonatos (Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália).

Com a “perda” da pontuação correspondente a 2010-11, na próxima época a vantagem para a França, que ocupa o sexto lugar, ficará drasticamente reduzida. Os franceses tinham duas equipas nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, mas o Paris Saint-Germain foi eliminado pelo Barcelona e resta o Mónaco, que esta noite defronta a Juventus (perdeu 1-0 na primeira mão). Há uma diferença prática entre ser quinto ou sexto no ranking. Os dois primeiros classificados no campeonato em Portugal e França têm acesso directo à fase de grupos da Liga dos Campeões, mas a situação dos terceiros classificados é distinta: o português disputa o play-off de acesso à fase de grupos, enquanto o francês entra na prova uma ronda antes, na terceira pré-eliminatória.