O "melhor pastel de nata" está em Campo de Ourique

A pastelaria Aloma, de Lisboa, venceu novamente o concurso de pastéis de nata organizado pelo festival gastronómico Peixe em Lisboa.

Fotogaleria
Fotos Miguel Manso
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria
Fotogaleria

Pela terceira vez, a pastelaria Aloma de Campo de Ourique, afamada pelos seus pastéis de nata e bolo-rei, foi a que reuniu mais pontos nas diversas categorias de avaliação da final da competição "O Melhor Pastel de Nata", realizada esta quarta-feira no âmbito do festival Peixe em Lisboa (a decorrer no Pátio da Galé até 19 de Abril).

Nesta última fase, que demorou cerca de meia hora, Virgílio Gomes (gastrónomo e presidente do júri), António Marques (chef pasteleiro), Cristina Castro (responsável do projecto “No Ponto”, que está a realizar um inventário da doçaria portuguesa), Domingo Soares Franco (enólogo) e Frederico Duarte (do projecto “Fabrico Próprio”) avaliaram o aspecto, o crocante da massa, a frescura, creme e sabor do recheio de 12 pastéis.

“Este ano a pré-selecção foi muito complicada porque houve uma evolução extraordinária. Os três primeiros classificados ficaram muito próximos”, explicou o presidente do júri, Virgílio Gomes, minutos antes de anunciar o “pastel número 10” como o vencedor deste ano.

A Pastelaria Aloma, com mais de 70 anos de história, já tinha vencido a competição em 2012 e 2013. Este ano, em segundo lugar ficou o Hotel Real Parque, de Lisboa, seguido do Balcão do Marquês.

Pode ler mais sobre a Aloma (que fica localizada na Rua Francisco Metrass, 67) e ver o vídeo sobre a pastelaria na Fugas, num trabalho realizado aquando da primeira vitória na competição: A pastelaria do "melhor pastel de nata de Lisboa".