Gertrude Weaver morreu e perdeu o título da pessoa mais velha do mundo

Norte-americana deteve o título durante apenas cinco dias, após a morte da japonesa Misao Okawa.

Gertrude Weaver faria 117 anos em Julho
Foto
Gertrude Weaver faria 117 anos em Julho Silver Oaks Health and Rehab Facility/Reuters

Durante cinco dias, a norte-americana Gertrude Weaver foi a pessoa mais velha do mundo, após a morte da japonesa Misao Okawa que se preparava para celebrar 117 anos. Com a morte de Weaver, o título passa agora para Jeralean Talley, outra norte-americana, nascida a 23 de Maio de 1899.

Segundo o instituto de pesquisa de gerontologia norte-americano, localizado em Los Angeles, com a morte de Misao Okawa desceu para cinco o número de pessoas vivas que nasceram antes de 1900 e cujo nascimento está devidamente registado. No site do instituto, com a morte de Okawa, Weaver, nascida nos Estados Unidos a 4 de Julho de 1898, passava a ser a pessoa mais velha do mundo.

Esta terça-feira chegou a notícia da morte de Weaver, aos 116 anos, no lar onde vivia no Arkansas, vítima de complicações provocadas por uma pneumonia. A directora do lar, Kathy Langley, conta ao Washington Post que Weaver sabia que lugar ocupava recentemente entre os centenários. “Sabia que era a pessoa mais velha do mundo e apreciava essa distinção. Adorou cada telefonema, carta, comentário [pelo título]. Lemos-lhe tudo.”

Com a morte de Weaver, Jeralean Talley, com 115 anos, deverá ser declarada a pessoa mais velha do mundo. Segundo o instituto de pesquisa de gerontologia norte-americano, Talley, juntamente com as também norte-americanas Susannah Jones, Bernice Madigan, e a italiana Emma Morano-Martinuzzi, passam a ser as únicas pessoas vivas nascidas antes de 1900.