João Peleteiro
Foto
João Peleteiro

Portugal com “balanço muito positivo” na Elite

A selecção nacional terminou o Europeu de sub-18 disputado em França na sexta posição após perder com o País de Gales

A selecção nacional de sub-18 despediu-se neste sábado do Europeu de Elite da categoria com uma derrota, por 8-38, frente ao País de Gales. Apesar do desaire, Portugal concluiu a competição na sexta posição, o melhor resultado de sempre alcançado por uma formação portuguesa na competição.

Frente a uma equipa muito evoluída tecnicamente, Portugal ofereceu uma excelente réplica e foi mesmo a primeira equipa a marcar, através de uma penalidade de Frederico Filipe. Os galeses, no entanto, passaram para a frente do marcador aos 14 minutos (7-3), mas apenas perto da meia hora de jogo chegariam ao segundo ensaio. Na última jogada do primeiro tempo, fixaram o marcador ao intervalo em 19-3.

Na segunda parte, um ensaio logo a abrir por parte dos britânicos praticamente sentenciou a partida, mas Portugal continuou a bater-se bem e a ter bola, acabando por se recompensado com um ensaio de José Rebello de Andrade, que fixou o marcador final em 38-8.

PÚBLICO -
Foto

Fazendo um “balanço muito positivo” da participação nacional, Francisco Branco realça “as exibições nos dois últimos jogos” e “tudo o que estes jogadores, que tiveram a oportunidade de competir a um alto nível, aprenderam”. O treinador da selecção nacional destaca ainda que foi cumprida a estratégia definida pela equipa técnica para a prova: “Somos uma equipa de um escalão em desenvolvimento e dos 26 jogadores que faziam parte do grupo, 25 foram titulares pelo menos uma vez no Europeu e o atleta menos utilizado jogou cerca de 40 minutos.”

“O desafio agora é saber se será possível capitalizar esta experiência para que os jogadores consigam ser num futuro próximo lobos”, conclui Francisco Branco, que a par de Rui Carvoeira teve a responsabilidade de comandar os jovens portugueses em França.