GuestU
Foto
GuestU

Vais viajar? O que precisas de saber está na aplicação GuestU

Cada cliente desta aplicação contará com um serviço de "concierge digital", como é apelidado, para fornecer aos seus hóspedes ou clientes: recomendações, utilidades, locais de interesse, contactos e roteiros

Se não queres andar com mapas nem sequer falar com a recepção do hotel para descobrir a cidade que estás a visitar, não há problema. Com a GuestU podes ter acesso a informações sobre o sítio onde estás em qualquer altura, dado que esta “app” funciona mesmo “offline”. A ideia nasceu, inicialmente, para “pequenos operadores turísticos”, mas já ajudou muitas empresas do sector hospitaleiro a dar um novo significado à palavra “guest”. Porque é a elas que a GuestU se dirige. Cada cliente desta aplicação contará com um serviço de "concierge digital", como é apelidado, para fornecer aos seus hóspedes ou clientes: recomendações, utilidades, locais de interesse, contactos e roteiros.

Entre as razões para a criação desta aplicação móvel destacam-se as seguintes: rentabilizar a viagem, tendo em conta que a cidade é visitada por alguns dias, diminuir a possibilidade de visitar algo desnecessário, e tornar a viagem personalizada de acordo com os gostos da pessoa. Em conversa com o P3, Euclides Major, o cofundador da GuestU garantiu que a ideia “tem tido uma boa aceitação”. “Há muitas empresas que têm entre 10 a 30 apartamentos e querem diferenciar-se", diz. "Uns oferecem champanhe", ironiza, "outros fazem sugestões para os turistas.” É o caso. 

“Nós permitimos que essas pessoas tenham a sua própria aplicação móvel e através daí possam fazer todas as sugestões de percurso e informações”, refere. Até porque Euclides sabe que o sucesso dos seus projectos depende muitos dos parceiros que "entendem o valor acrescentado da aplicação" e, a partir daí, conseguem incentivar os clientes a experimentar. O “mobile pocket concierge” acompanha os turistas durante a viagem com indicação de rotas guiadas por GPS, pontos de interesse e sistema de “booking”.

PÚBLICO -
Foto
GuestU

O jovem já tem uma vasta experiência na área das aplicações, como fundador da MYGON (uma aplicação de descontos), cofundador daXtourmaker e a implementação da Boost Tourism em Portugal, para além de uma experiência em consultoria e finanças em Londres. Entre os projectos que já desenvolveu, os que tiveram mais sucesso foram uma aplicação para uma agência de viagens (teve milhares de “downloads” e “reviews” de 4.6 estrelas), uma aplicação para um hotel em Londres e outras para apartamentos e “hostels”.

PÚBLICO -
Foto
Euclides Major

Euclides acredita que o mercado do turismo tem muito potencial e que ainda existem nichos que podem ser explorados para que os turistas tenham uma experiência personalizada ao viajar pelas cidades. Sem perturbar os residentes, claro.