Feira do Livro Infantil de Bolonha com Catarina Sobral e prémios portugueses

Edição de 2015 abre esta segunda-feira com a Croácia como país convidado. Margarida Botelho e António Mota nomeados para prémio Astrid Lindgren, no valor de mais de 500 mil euros.

Fotogaleria
Capa do livro de Catarina Sobral DR
Fotogaleria
Livro "O meu avô" de Catarina Sobral Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
ilustração de Bernardo Carvalho para o livro "Lá fora - Um guia para descobrir a natureza" BERNARDO CARVALHO
Fotogaleria
ilustração de Bernardo Carvalho para o livro "Lá fora - Um guia para descobrir a natureza" BERNARDO CARVALHO

A ilustradora portuguesa Catarina Sobral é uma das autoras em destaque na Feira do Livro Infantil de Bolonha, que abre esta segunda-feira em Itália, com uma exposição individual e o lançamento de um livro.

Distinguida em 2014 com o prémio internacional de ilustração, atribuído por aquela feira, Catarina Sobral terá por isso, este ano, uma exposição individual, com os originais de La sirena y los gigantes enamorados, um livro para crianças que sairá pela editora espanhola Ediciones SM.

O livro, a publicar primeiro em castelhano e só depois em português, inspira-se numa lenda sobre a Praia da Rocha (Portimão), sobre o mar e a montanha que se apaixonam por uma sereia e lutam por ela, contou a autora à agência Lusa.

Este ano, em Bolonha, há outros dois livros portugueses com especial visibilidade por terem sido igualmente premiados: Lá fora - Um guia para descobrir a natureza, das biólogas Maria Dias e Inês Rosário, foi eleito o melhor livro na categoria Primeira obra, e Hoje sinto-me..., de Madalena Moniz, teve uma menção honrosa nessa mesma categoria.

A Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, criada em 1964, é um dos principais espaços de compra e venda de direitos de livros, mas também inclui exposições, distingue os melhores livros editado em todo o mundo, promove debates e encontros com autores e ilustradores.
Este ano, a Croácia é o país convidado da feira. Em 2012 foi Portugal, com particular destaque para a mais recente produção literária portuguesa.

A participação oficial portuguesa na feira dá-se com a Direcção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, que apresentará, num stand próprio, uma selecção de livros editados ao longo do último ano e publicados recentemente no estrangeiro.

A Feira de Bolonha termina a 2 de Abril, Dia Internacional do Livro Infantil. Até lá, a extensa programação incluirá ainda o anúncio do vencedor do prémio sueco Astrid Lindgren Memorial Award 2015, no valor de mais de 500 mil euros.

Destinado a escritores, ilustradores e entidades promotoras da leitura, o prémio será anunciado na terça-feira. Este ano, entre os nomeados, estão a escritora e promotora de leitura Margarida Botelho e o escritor António Mota.