Pepe integrado no treino da selecção portuguesa

A selecção ainda se treinou ontem em Óbidos, antes da partida para Israel
Foto
A selecção ainda se treinou ontem em Óbidos, antes da partida para Israel FRANCISCO LEONG/AFP

O defesa Pepe, que trabalhou à parte durante toda a semana, apareceu nesta sexta-feira integrado no treino da selecção portuguesa de futebol, o penúltimo de preparação para o encontro frente à Sérvia, de qualificação para o Euro 2016.

No Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, o central português trabalhou pela primeira vez com os seus colegas de selecção, tendo efectuado os habituais exercícios de aquecimento, sem bola, nos primeiros 15 minutos do treino, a parte aberta à comunicação social.

No entanto, ainda não se sabe se Pepe estará apto para o encontro de domingo, que vai decorrer no Estádio da Luz, em Lisboa, e que, em caso de vitória, deixará Portugal no primeiro lugar do Grupo I e mais perto do apuramento directo.

Antes do treino, o seleccionador Fernando Santos, que vai falhar o jogo devido à suspensão imposta pela FIFA, esteve alguns instantes à conversa com Cristiano Ronaldo.

O castigo não impede que Fernando Santos faça no sábado de antevisão do encontro com a Sérvia, numa conferência de imprensa que está agendada para as 15h, no Estádio da Luz. Duas horas depois, às 17h, Portugal realiza o último treino, novamente no Estádio António Coimbra da Mota, em que os primeiros 15 minutos serão abertos à comunicação social.

Portugal ocupa o segundo lugar do Grupo I, a um ponto da líder, a Dinamarca, que tem mais um jogo disputado, enquanto a Sérvia divide o último lugar do agrupamento com a Arménia, ambos com apenas um ponto.

A dois dias do jogo, já foram vendidos cerca de 50 mil bilhetes, num estádio com capacidade para 65 mil espectadores.
O encontro terá início às 19h45 e será arbitrado pelo italiano Gianluca Rocchi.

William: Portugal tem de ter "paciência" frente à Sérvia
O médio William Carvalho afirmou nesta sexta-feira que Portugal tem de ser "cauteloso" e ter alguma "paciência" para vencer no domingo a Sérvia.

"Precisamos de ter alguma paciência e tentar impor o nosso futebol para ganhar. Se pudermos resolver mais cedo, melhor, e vamos fazer o possível para isso acontecer", afirmou William Carvalho, em conferência de imprensa, minutos antes de mais um treino da selecção portuguesa, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

O médio do Sporting considerou que Portugal tem de fazer um jogo "cauteloso" perante uma Sérvia que é "muito forte" e que tem em Matic, antigo jogador do Benfica, a grande referência.

"O jogo deles passa todo pelos pés do Matic. É uma equipa que vale mais do que os pontos que tem no grupo. Não temos receio da Sérvia nem de qualquer selecção. Tem uma excelente equipa, mas se impusermos o nosso futebol vamos ganhar de certeza", referiu.

A subir de forma e preparado para ser titular, William assumiu que os jogadores têm consciência de que uma vitória frente à Sérvia deixa Portugal muito perto do acesso directo ao Europeu do próximo ano, que vai decorrer em França.

"Se ganharmos, damos um passo importante, mas não nos qualificamos já. Para isso ainda faltam mais jogos", disse.

O jogador de 22 anos defendeu que Portugal é uma "selecção forte de qualquer maneira", com ou sem um ponta de lança no ‘onze’ titular, e sublinhou que a equipa se tem sentido "confiante" e "recebido muito bem" as instruções de Fernando Santos ao longo da semana.

William desvalorizou ainda a ausência do seleccionador nacional do banco de suplentes e a sua substituição pelo adjunto Ilídio Vale durante o encontro com a Sérvia, devido a castigo imposto pela FIFA.

"Não temos falado disso. Não estará Fernando Santos, mas estará Ilídio Vale. É só uma equipa técnica e é só uma ideia", concluiu.