Instagram

O Instagram não gosta desta menstruação

Fotogaleria

A imagem mostra uma mulher de pijama, deitada de lado numa cama, com duas pequenas manchas de sangue. Faz parte do projecto fotográfico “Period”, das irmãs de origem indiana Rupi e Prabh Kaur, e quer chamar a atenção para o facto de a menstruação ser um “processo natural” evitado “pela maioria das pessoas, sociedades e comunidades”. “Alguns estão mais confortáveis com a sexualização das mulheres”, aponta Rupi, na apresentação da série fotográfica que aqui mostramos. Foi precisamente a primeira imagem de “Period” que Rupi decidiu partilhar na sua conta de Instagram. A jovem publicou-a duas vezes — e duas vezes a viu ser removida pelos gestores da rede social. Decidiu, então, denunciar aquilo que apelida de censura por parte do Instagram, num “post” que, só no Facebook, já tem mais de 21 mil “gostos” e 2.400 partilhas. “Não me vou desculpar por não alimentar o ego e orgulho de uma sociedade misógina que aceita o meu corpo em roupa interior mas não confortável com uma pequena perda de sangue”, começa por escrever. Rupi partilhou ainda o aviso de remoção de fotografia que o Instagram lhe enviou: a rede social alega que a publicação “não segue as normas da comunidade”, mas não especifica quais as regras que não terá seguido. Na lista das tais normas, disponível online, há apenas uma referência a sangue: “Se recebermos uma denúncia em como estás a partilhar conteúdos proibidos ou ilegais, incluindo fotos ou vídeos excessivamente violentos ou com derramamento de sangue, a tua conta poderá ser desactivada e tomaremos as medidas necessárias que poderão incluir uma denúncia às autoridades”. Defende Rupi: “Sangro todos os meses para ajudar a humanidade a tornar-se uma possibilidade.”

 

Entretanto, o Instagram repôs as fotografias no perfil de Rubi Kaur, que deixou uma mensagem a quem partilhou a sua denúncia: "O vosso movimento para não silenciar obrigou o Instagram a repor ambas as fotografias apagadas da minha galeria (…) Para mim foi uma grande honra testemunhar a vossa magia em acção. Foi uma honra trabalhar lado a lado com vocês. Somos uma força considerar."

 

Sugerir correcção