Visitas guiadas a murais de arte urbana de Lisboa começam sábado

O percurso, que deverá prolongar-se por três horas, começa no Cais do Sodré, seguindo-se o Jardim do Tabaco, Marvila, Oriente, Campolide, Alcântara e novamente Cais do Sodré.

Foto
Alexander Silva

O projecto “Public Art Tours”, criado pela plataforma cultural de arte urbana Underdogs, começa este sábado, em Lisboa, e convida todos os curiosos por arte pública a visitar os vários murais artísticos da cidade.

A plataforma Underdogs “consiste em trazer artistas nacionais e internacionais [ligados às novas linguagens da cultura de inspiração urbana] a Lisboa para fazerem uma exposição, um mural e uma edição” esclareceu à Lusa Mariana Mesquita, membro da equipa Underdogs.

Neste sentido, a plataforma lançou o projecto “Public Art Tours”, um roteiro de visitas guiadas a várias intervenções artísticas com o objectivo de contar a história dos murais e falar sobre o trabalho dos respectivos artistas.

“No sentido em que temos vários murais por Lisboa, decidimos que seria importante falar sobre esses murais e visitá-los”, justificou Mariana Mesquita.

O percurso, que deverá prolongar-se por três horas, começa no Cais do Sodré, seguindo-se o Jardim do Tabaco, Marvila, Oriente, Campolide, Alcântara e novamente Cais do Sodré, onde termina.

As visitas mostram os trabalhos de artistas nacionais e internacionais como Alexandre Farto (conhecido como Vhils), Aka Carleone, PixelPancho, How & Nosm, Finok, Okuda, Nunca, Bicicleta Sem Freio, Clemens Behr e ±MaisMenos±.

As ‘Public Art Tours’ oferecem dois tipos de serviço: a ‘Group Tour’, cujos preços variam entre os 35€ (adultos) e os 25€ (jovens até aos 12 anos) e incluem mapa, transporte e café, e a ‘Premium Tour’ que inclui mapa, transporte, café e serviço personalizado por 135€.

Ambas as visitas incluem paragens em todos os locais definidos no percurso, uma visita à Galeria Underdogs e o visionamento de vídeos do projecto desenvolvido no âmbito da requalificação do espaço público de Lisboa.

Estas visitas serão realizadas todos os sábados e dirigem-se tanto aos interessados no projecto Underdogs como aos curiosos por arte urbana, pelo que “não se cingem a uma idade ou estatuto”, esclareceu Mariana Mesquita.