Saints sobrevivem ao Recreation Ground

Na 15.ª jornada da Premiership inglesa, os Sale Sharks e os Falcons a surpreenderem e a luta pelo top-6 está intensa

Apenas quatro pontos separam o sétimo (Wasps) do segundo classificado (Bath Rugby), mas depois de vencer no terreno do principal perseguidor, os Northampton Saints já lideram a Aviva Premiership com nove confortáveis pontos de vantagem após se cumprirem 15 jornadas. No outro extremo da tabela, os London Welsh continuam com apenas um modesto ponto.

Os Newcastle Falcons receberam os Wasps em Kingston Park e depois de quatro vitórias obtidas até ao momento na competição, conseguiram arrancar um empate frente aos londrinos (23-23). Num jogo interessante, destacou-se a prestação fora de série do segundo centro dos London Wasps, Elliott Daly, que para além de ter marcado um ensaio, mostrou uma versatilidade com quebras de linhas de vantagem, a encontrar espaços, a ganhar velocidade sobre os oponentes directos, com jogo de pés e offloads merecedores de serem vistos.

A equipa de Sale, à boleia de um Danny Cipriani inspirado, bateu em casa os Saracens, por 14-10. Os Harlequins receberam os Chiefs e na sequência de uma época menos feliz até ao momento, perderam mais uma vez, desta feita por 21-32. Gloucester parece este ano querer retornar aos grandes feitos do início do século XXI, tendo apresentado muitas contratações e um râguebi mais coerente. Desta feita bateu em casa os London Welsh, por 48-10. Já os Irish, os “exilados” irlandeses em Londres, não conseguiram superar os Leicester Tigers (6-12).

PÚBLICO -
Foto

No embate entre primeiros classificados, o Bath procurava a primeira vitória frente aos Saints desde 2011 e até começaram bem, com um ensaio de Olly Woodburn nos primeiros instantes do jogo, depois de um alinhamento ganho e fases montadas com a bola a percorrer todo o campo. A conversão do ensaio fez com que ao sétimo minuto o resultado estivesse em 7-0.

A partida teve muito caudal ofensivo, mas também muito trabalho defensivo (aos 15 minutos ambas as equipas já contabilizavam 65 placagens). De referir a fluidez com que os Saints manobram a oval, como mantêm as suas linhas impecáveis quase de régua e esquadro e como conseguem desenvolver jogadas inteligentes que fazem a diferença. Pelos Saints, marcaram ensaio o defesa James Wilson e o talonador Mike Haywood. O resultado final pautou-se num 13-21.

Sugerir correcção