Torne-se perito

De Tigerman a Capicua: dois meses de Sons de Vez

Festival de Arcos de Valdevez arranca dia 7 de Fevereiro com Legendary Tigerman e prolonga-se com concertos semanais até ao final de Março.

Foto
Capicua mostrará alguma da música que fará o sucessor do celebrado Sereia Louca

Começa com Legendary Tigerman já este sábado e terminará no final de Março, dia 28, com Pedro & Os Lobos. Entre uma data e a outra, haverá concertos semanais que, em conjunto, formam uma mostra abrangente do actual cenário português.

 Chama-se Sons de Vez, tem lugar na Casa das Artes de Arcos de Valdevez e cumprirá treze anos de idade em 2015. Irá fazê-lo olhando em frente. Será ali, por exemplo, que poderemos ouvir Capicua mostrar alguma da música que fará o sucessor do celebrado Sereia Louca, o seu álbum de 2014 e um dos melhores desse ano discográfico.

Com todos os concertos marcados para as 23h e com os bilhetes variando entre os 5€ e os 13€, o Sons de Vez receberá, depois da data da digressão nacional de Legendary Tigerman (True, o celebrado último álbum, é o mote), o concerto de Rita RedShoes. Nesse dia, 14 de Fevereiro, será também exibido Uivo, o documentário que Eduardo Morais dedicou a António Sérgio. Dia 21, a noite pertencerá ao hip hop, com Mundo Segundo, MC dos históricos Dealema, a levar a palco Segundo o Ancião, o álbum com que assinalou vinte anos de carreira. Uma semana depois, dia 27, a pop luminosa dos Salto tem destaque de cabeça-de-cartaz, sendo antecedida pelo garage-rock alimentado a (bons) delírios sci-fi dos Dirty Coal Train.

Março inicia-se com o supracitado concerto de Capicua, dia 6. Seguem-se as canções de Tiago Bettencourt, a 14, e, dia 20, ouvir-se-ão os Bizarra Locomotiva, decanos do rock industrial em Portugal, acompanhados em cartaz pelos Big Red Panda, banda de Ponte de Lima inspirada pelo stoner-rock de outras latitudes. O Sons de Vez terminará dia 28 de Março. Primeiro, sobem a palco os Scream4Revolution, depois chega Pedro & Os Lobos, banda liderada por Pedro Galhoz, ex-Plástica.