Arquitectura

Há nove portugueses entre os finalistas do ArchDaily

Edifício sobre a água - Álvaro Siza Vieira + Carlos Castanheira (FG+SG)
Fotogaleria
Edifício sobre a água - Álvaro Siza Vieira + Carlos Castanheira (FG+SG)

Nove projectos de arquitectos portugueses, entre eles Álvaro Siza e Pedro Campos Costa, foram incluídos na lista de 70 finalistas ao prémio internacional Building of The Year 2015, promovido pela plataforma online Archdaily, dedicada à arquitectura. Nesta sexta edição do prémio, atribuído pelo público que visita a plataforma, estavam disponíveis para votação — que terminava quarta-feira — cerca de 3.000 projectos de todo o mundo. Entre os finalistas estão, na categoria Casas, a Casa de Sambade do atelier português spaceworkers, na categoria Moradias surge o edifício DM2 do atelier OODA, e na categoria de Hospitalidade está a Quinta do Lobo Branco, do atelier AND-RÉ, a Casa no Tempo dos arquitectos Aires Mateus e de João e Andreia Rodrigues, e o Ozadi Hotel, de Pedro Campos Costa. Também em Portugal são finalistas os projectos Casa JA, de Filipe Pina e Maria Inês Costa na categoria de Remodelação, e o Centro de Artes Nadir Afonso de Louise Braverman. Há ainda projectos de portugueses no estrangeiro, nomeadamente, na categoria de Escritórios, "Edifício sobre a água", de Álvaro Siza e Carlos Castanheira, desenhado para a China, e na categoria de Arquitectura Cultural, o Parque Natural do Fogo, em Cabo Verde, do atelier português OTO. Os vencedores do prémio Building of the Year 2015 vão ser escolhidos online até 5 de Fevereiro. Lusa

Centro de Artes Nadir Afonso - Louise Braverman (FG + SG)
Parque Natural do Fogo (Cabo Verde) - OTO (FG + SG)
Quinta do Lobo Branco - atelier AND-RÉ (João Soares)
Casa no Tempo - Aires Mateus + João e Andreia Rodrigues (Nelson Garrido)
Ozadi Hotel - Pedro Campos Costa (José Campos)
Casa de Sambade - Spaceworkers (FG + SG)
Edifício DM2 - atelier OODA (João Morgado)
Casa JA - Filipe Pina e Maria Inês Costa (João Morgado)
Sugerir correcção