Fotografia

Xyza, a empregada doméstica que ganhou uma bolsa da Magnum

Fotogaleria

A filipina Xyza Cruz Bacani - empregada doméstica de uma família abastada em Hong Kong - recebeu a bolsa "Human Rights Fellowship" da Magnum Foundation da presente edição de 2015. A dramática luz e a composição das suas fotografias de rua valeram-lhe a alcunha de 'nova Vivian Maier', mas Xyza rejeita a comparação: "Quero ser eu própria; quero que as pessoas olhem para as minhas imagens e digam: Esta é uma fotografia da Xyza", afirmou ao New York Times. Xiza Bacani, de 27 anos, cresceu nas Filipinas e há nove anos que trabalha para a mesma família que empregou a sua mãe (nas mesmas funções). Interessou-se por fotografia ainda nas Filipinas, mas só conseguiu adquirir uma câmara passados três anos de trabalho em Hong Kong e através de um empréstimo concedido pelos patrões: Xyza comprou uma Nikon D90 e desde então não parou de fotografar. A bolsa da Magnum inclui estada em Nova Iorque com tudo pago e três cursos de fotografia.