BCE não altera taxas de juro

Decisão em relação à compra de dívida pública pode ser apresentada por Draghi ao início da tarde

BCE não deve aceder ao apelo português, escreve o jornal alemão <i>Handelsblatt</i>
Foto
Mercados estão à espera da conferência de imprensa de Mario Draghi Kai Pfaffenbach/Reuters

Sem surpresas, o conselho de governadores do Banco Central Europeu decidiu manter inalteradas as taxas de juro de referência na zona euro.

A principal taxa de juro de refinanciamento (à qual o BCE empresta dinheiro aos bancos) continua nos 0,05%, enquanto a taxa de juro dos depósitos permanece em -0,20%, um valor negativo que tenta incentivar os bancos a emprestarem dinheiro à economia em vez de o deixarem parado no BCE.

A manutenção das taxas era já antecipada pela generalidade dos analistas.

O que se espera agora é que, na conferência de imprensa agendada para as 13h30 (hora de Lisboa), o presidente do BCE possa anunciar o lançamento de um programa de compra de dívida pública. Com essa medida não convencional, Mario Draghi segue o mesmo caminho da Reserva Federal e do Banco de Inglaterra e tenta contraria as pressões deflacionistas que têm vindo a acentuar-se na zona euro.

Sugerir correcção