Torne-se perito Crítica

Tudo nos conformes

Grandes vedetas que passam à realização para fazerem filmes sem estilo próprio já houve várias...

Foto

No primeiro filme de Jolie como realizadora, Na Terra de Sangue e Mel, ambientado na guerra Jugoslava dos noventas, havia uma certa “irregularidade”, uma fuga a códigos e cânones da produção hollywoodiana corrente, que sugeria uma certa teimosia, uma certa idiossincrasia.

Ao segundo fílme isso começa-se a ver menos: ainda reconstituição e ainda guerra (a campanha americana no Pacífico na II Guerra), tudo está nos conformes, numa mistura de eficácia e indiferença que nada fazem para que o filme se distinga, nem para que seja “importante” que a realizadora seja Jolie ou outra pessoa qualquer. Grandes vedetas que passam à realização para fazerem filmes sem estilo próprio já houve várias - tem sempre qualquer coisa de simpático (uma espécie de “fantasia do anonimato”) mas não deixa por isso de ser decepcionante.

Sugerir correcção