Partido Podemos à frente das sondagens em Espanha, Ciudadanos ganha expressão nacional

Sondagem divulgada pelo diário El País indica que o Podemos teria 28,2%, ultrapassando os socialistas do PSOE, que se ficariam pelos 23,5%. Os conservadores do PP, no Governo, recolhem apenas 19,2% das intenções de voto.

Partido liderado por Pablo Iglesias lidera intenções de voto
Foto
Partido liderado por Pablo Iglesias lidera intenções de voto DANI POZO/AFP

O novo partido de esquerda Podemos seria o mais votado em Espanha se os eleitores fossem agora às urnas. Outro dado relevante do mais recente estudo de opinião é o crescimento do Ciudadanos, que depois de sete anos de acção política na Catalunha parece poder irromper a nível nacional.

Uma estimativa dos resultados eleitorais feita pelo centro Metroscopia e divulgada este domingo pelo diário El País indica que o Podemos teria 28,2%, suplantando os socialistas do PSOE, com 23,5%. Os conservadores do PP, no Governo, recolhem apenas 19,2% das intenções de voto.

Os partidos tradicionais PSOE e o PP, que têm governado a Espanha em democracia, perdem com a subida do Podemos, criado em 2014, e do Ciudadanos, força política que recentemente anunciou que se apresentaria nas urnas a nível nacional e regista nesta sondagem 8,1%.

A Esquerda Unida e a centrista UPyD (União, Progresso e Democracia) parecem também sofrer a pressão do Podemos e do Ciudadanos e captam apenas, respectivamente, 5,3% e 5% das intenções de voto.

Comparando com Dezembro, o Podemos ultrapassa o PSOE, que perde quatro pontos face aos 27,7% de então. O novo partido cresce relativamente aos 25% do mês passado e o PP cai dos 20% anteriores.

No caso do partido governamental, as actuais intenções de voto representariam menos de metade dos sufrágios que obteve em Novembro de 2011, quando triunfou nas legislativas com 44,6%, à frente do PSOE, com 28,7%.

O estudo Metroscopia indica que abstenção seria de 28,4%.

Analistas citados pela Reuters consideram que há um voto potencial no PP que não se manifesta nas sondagens. O jornal conservador La Razón dava na semana passada como provável uma vitória do partido governamental.

No seu primeiro teste das urnas, o Podemos elegeu cinco deputados nas eleições europeias de Maio de 2014, quando conseguiu 9,7%, dos votos. Foi também nessa altura, quando elegeu dois eurodeputados, que o Ciudadanos, que pretende captar o eleitorado de centro-esquerda, deu o salto para o plano nacional.

O Podemos surge também como o favorito, com 27,5%, num estudo do Observatório da Cadena SER divulgado na sexta-feira. Aparece à frente do PP, que regista 24,6%. Em terceiro está o PSOE, com 19%.

As eleições legislativas em Espanha realizam-se no final do ano e serão antecedidas por municipais e autonómicas, em Maio.