Presidente do Sporting quer voto de confiança e vai pedir Assembleia-Geral

Bruno de Carvalho quer apurar se os sócios estão incondicionalmente ao lado da actual direcção.

Bruno de Carvalho pede mais adesão dos adeptos sportinguistas aos produtos oferecidos
Foto
Bruno de Carvalho pede mais adesão dos adeptos sportinguistas aos produtos oferecidos Enric Vives-Rubio

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, deixou nesta sexta-feira críticas para dentro e fora do clube, considerando ser fundamental "um reforço de confiança" a meio do seu mandato, pelo que pedirá uma Assembleia-Geral.

"Aceitaremos qual for o resultado da vontade dos sócios e retiraremos as devidas ilações. Só assim teremos o destino clarificado, por parte daqueles a quem compete decidir o destino do clube", disse o dirigente.

Bruno de Carvalho pretende que seja marcada uma Assembleia-Geral em Janeiro, que leve à participação dos sócios e ao comprometimento com o clube. "Como sempre afirmámos, o Sporting é dos sócios e são estes que decidem e por isso têm que ser os sócios, de forma clara e inequívoca, que têm que referendar se este é o caminho que querem percorrer ou não", afirmou.

O dirigente esclareceu que irá pedir a convocação de uma Assembleia-Geral para o próximo mês, naquilo que diz ser a possibilidade de "verificar o comprometimento de todos os sportinguistas", depois de dizer que o "conflito de egos continua a ser uma realidade".

Bruno de Carvalho pediu unidade em torno da direcção, salientando que são muitos os que externa e internamente fazem campanhas de difamação contra o clube e que o objectivo é caminhar "até que a confiança dos sportinguistas" nesta direcção "seja total".

Os atletas, e sem nunca concretizar nomes, também não ficaram imunes às críticas do dirigente leonino: "Temos que criar atletas comprometidos com o clube, iremos perder aqueles que não estão, seja qual for a sua valia técnica ou a sua idade", adiantou.

Bruno de Carvalho acrescentou também que a classificação e exibições no campeonato não são as ambicionadas ou esperadas - quando o Sporting é quinto classificado, a dez pontos do líder Benfica -, mas que a direcção continua com a motivação e foco nas tarefas a que se propôs, e que é por isso que se coloca "nas mãos dos associados".

Quanto ao mercado de Inverno, o dirigente esclareceu que os reforços ao dispor do treinador serão Podence, Gelson, Francisco Geraldes, Iuri Medeiros e Tobias Figueiredo, numa alusão clara à equipa B.

Sugerir correcção