Eliminado em Pipeline, Tiago Pires deixa elite do surf mundial

O mais reputado surfista português falhou a qualificação para o circuito mundial da próxima temporada.

Tiago “Saca” Pires estava há oito anos consecutivos entre os melhores do surf mundial
Foto
Tiago “Saca” Pires estava há oito anos consecutivos entre os melhores do surf mundial Tiago Machado

O português Tiago Pires foi eliminado neste sábado na segunda ronda do Billabong Pipe Masters, no Havai, e falhou a qualificação para o circuito mundial da próxima temporada.

"Saca" entrava para a 11.ª e última etapa do circuito mundial na 28.ª posição e precisava de chegar a uma fase adiantada para garantir, pelo oitavo ano consecutivo, a presença na elite do surf mundial, algo que não veio a acontecer.

No Banzai Pipeline, em Oahu, Havai, o português foi incapaz de contrariar o brasileiro Jadson André, que com um "tubo" conseguiu 9,37 pontos, a que acrescentou 3,33 na sua última onda, alcançando um total de 12,70.

Tiago Pires conseguiu apenas 2,73 pontos, com ondas de 1,23 e 1,50.

Também na repescagem, o norte-americano Kelly Slater manteve-se na luta pelo título, ao bater o havaiano Reef Mcintosh. Para conquistar o seu 12.º título, Slater necessita de vencer pela oitava vez em Pipeline e esperar que o brasileiro Medina não passe da terceira eliminatória e que o australiano Mick Fanning seja eliminado nos quartos de final ou antes.