Chuva forte provocou várias inundações na área de Lisboa

Além do concelho da capital, também Oeiras, Sintra e Cascais foram afectados, com cerca de uma centena de inundações na via pública.

A chuva que caiu nesta quarta-feira à tarde na zona da capital provocou inundações em vários locais da cidade de Lisboa e também em Oeiras, Cascais e Sintra. O distrito está, como aliás todo o território continental, sob aviso amarelo até às 9h de quinta-feira.

Segundo os Bombeiros Sapadores de Lisboa, há registo de inundações, sobretudo nas zonas de São Domingos de Benfica, Chelas e Lumiar. As cheias começaram a verificar-se por volta das 15h50 e às 16h15 estavam activas 18 ocorrências na cidade.

Em Oeiras, a Protecção Civil municipal não conseguiu contabilizar as inundações na via pública, mas referiu que a Rotunda das Selecções, em Barcarena, era o caso mais crítico às 16h45. "São várias inundações na via pública, mas ainda não conseguimos contabilizá-las. No entanto, já temos equipas nos locais a resolver as situações", disse o comandante da Protecção Civil de Oeiras, Filipe Palhau.

Oeiras, assim como Cascais e Sintra, foram os municípios mais afectados pelas inundações esta tarde. No total, o Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa registou cerca de uma centena de ocorrências nestes concelhos, sobretudo inundações na via pública. No entanto, às 17h a situação tendia a normalizar, devido ao abrandamento da precipitação.

Também em Setúbal a chuva forte provocou inundações em diversas artérias da cidade e obrigou à interrupção da circulação rodoviária no túnel do Quebedo, informou o comandante dos Bombeiros Sapadores, Paulo Lamego.

Todos os distritos de Portugal continental estão nesta quarta-feira, até às 9h de quinta-feira, sob aviso amarelo devido à previsão de chuva acompanhada de trovoada, vento forte na ordem dos 70km/h e agitação marítima, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). O aviso amarelo para o vento está em vigor entre as 18h de quinta-feira e as 9h de sexta-feira.

O IPMA emitiu também aviso amarelo para os distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro, devido à previsão de agitação marítima, prevendo-se ondas com quatro a cinco metros até às 20h de sexta-feira.

Sob aviso amarelo estão também os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco e Coimbra por causa da queda de neve acima dos 1400 metros entre as 21h de quinta-feira e as 9h de sexta-feira.

O IPMA colocou também a Madeira sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro devido à previsão de vento forte de oeste-noroeste com rajadas da ordem dos 90km/hora e agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com cinco a sete metros entre as 18h de quinta-feira e as 19h de sexta-feira.

O aviso laranja é emitido quando o IPMA considera que a situação meteorológica implica um risco moderado a elevado, enquanto o amarelo identifica risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.