Saudosas embalagens que contam a história de um país

Fotogaleria

Recuperaram os seus espólios, anúncios, produtos e embalagens e deram-lhe destaque nas novas mercearias urbanas e no mercado da saudade. As marcas apostaram nos últimos anos em reedições de embalagens dos anos 30 a 70 do século XX, que são testemunhos vivos da produção industrial portuguesa, uma vez que permanecem quase imutáveis sem a influência visível de complexas estratégias de "marketing" nem o actual e sofisticado design de embalagens. E esta recuperação de memória, que é parte da história de um país, contagia as novas gerações. Lê a crónica completa

Sugerir correcção