DR
Foto
DR

Megafone

Sega Saturn, esta consola é de outro planeta!

Lançada em 1995 na Europa, a nova consola da Sega apostou forte nas conversões de jogos "arcade" como Daytona USA, Virtual Cop, Sega Rally, Virtua Fighter...

Perto da segunda metade dos anos 90 começou-se a ouvir os rumores da nova consola da Sega. Depois do sucesso da Mega Drive, era natural a expectativa para a geração seguinte. Em 1994 é anunciado o nome desta nova plataforma... Sega Saturn! Um sistema para videojogos de outro planeta!

Lançada em 1995 na Europa, a nova consola da Sega apostou forte nas conversões de jogos "arcade" como Daytona USA, Virtual Cop, Sega Rally, Virtua Fighter... E depois, claro, os “Fighting Games” em 2D. Se há uma categoria em que a Saturn se destacou foi esta (em parte graças ao seu esplêndido comando). Títulos como "Street Fighter Alpha 2", "Darkstalkers", "X-Men: Children of the Atom" são, provavelmente, nomes familiares e sinónimo de horas de divertimento entre amigos.

Infelizmente, ou não, aos poucos, a consola da Sega perdeu terreno perante a forte concorrência da Sony Playstation. Mesmo as sequelas de títulos que apareceram inicialmente na consola da Sega, como Resident Evil, Destruction Derby, Wipeout ou Tomb Raider, estiveram ausentes da Saturn.

O lançamento da N64 foi o argumento final nas pretensões ocidentais da Sega. No Japão a Saturn teve uma invulgar popularidade. Para isso contribuíram os vários RPG lançados para a consola, assim como as aventuras gráficas, e claro o grande Segata Shansiro. Uma personagem mítica duma série de anúncios que “espancava” toda a gente que não quisesse jogar Sega Saturn (ainda hoje os anúncios são hilariantes).

Peças de coleccionismo

Com tantos bons títulos exclusivos para o Japão, na Europa surgiu um nicho especializado, tendo algumas revistas da época dedicado várias páginas com recomendações para importações japonesas. Em Portugal a Sega Saturn, fruto de uma boa distribuição da Ecofilmes até teve uma boa recepção. Só mais tarde quando a internet se massificou é que tomamos todos conhecimento que afinal a Saturn tinha obtido uma posição delicada no mercado mundial. O que falhou? Foi a arquitectura complicada da consola? Talvez a má estratégia de"marketing" da Sega? Terá sido da popularidade da Playstation? O desastre da Sega 32X que trouxe consequências?

Ao certo não há uma razão, mas sim várias. Ainda hoje é um tema muito debatido. Provavelmente, a Saturn é a consola mais bem-mal-amada da Sega. O próprio nome é uma analogia perfeita para o seu impacto no mercado. Embora fosse baseada no nome do colossal planeta, este por sua vez tinha sido baseado na figura mitologia que devorou os seus próprios filhos. E não é que a Sega Saturn é considerada por alguns historiadores como o produto que devorou a boa reputação da Sega e dos seus anteriores sucessos?

Actualmente, a Saturn tem uma excelente reputação no mercado do coleccionismo. A procura é muita, e os preços tem rebentado escalas, alguns como "Panzer Dragoon Saga", ou "Burning Rangers", passam facilmente a barreiras das centenas de euros. Para mim, será sempre uma consola com boas recordações. Verdadeiramente de outro planeta!