Microsoft junta-se ao Instagram para “reinventar a produtividade”

No site, a empresa de tecnologia vai publicar fotorafias de pessoas que usam os produtos da marca nas suas actividades.

Laila Ghambari, considerada a “melhor barista nos Estados Unidos”
Fotogaleria
Laila Ghambari, considerada a “melhor barista nos Estados Unidos” Microsoft
O fotógrafo Justin Bastien durante o "making of" da foto de Laila
Fotogaleria
O fotógrafo Justin Bastien durante o "making of" da foto de Laila Microsoft

A Microsoft iniciou esta semana um projecto com o Instagram. Através de uma página criada no site de partilha de fotografias, a empresa de tecnologia quer apostar na “reinvenção da produtividade”. Para isso, convidou um fotógrafo para percorrer vários países e registar em imagem pessoas que fazem “coisas incríveis, ajudadas em parte pela tecnologia da Microsoft”.

A empresa explica que as fotografias vão servir para registar as “inspirações, paixões e feitos” de pessoas que usam no seu dia-a-dia aparelhos ou serviços com a marca Microsoft. O trabalho vai ficar reunido sob a hashtag #DoMore.

O fotojornalista Justin Bastien vai documentar todo o processo com o apoio de um Lumia 930, uma câmara DSLR e o programa Surface Pro 3 para edição das imagens. Bastien vai viajar para “vários continentes para mostrar como artistas, inventores, cientistas e artistas estão a usar a tecnologia Microsoft para fazer e alcançar mais”, indica a empresa.

Laila Ghambari, considerada a “melhor barista nos Estados Unidos”, é directora na Cherry Street Coffee House e é a primeira pessoa a entrar no projecto. Laila utiliza o Skype, o serviço de telefone gratuito online da Microsof para dar formação a outros baristas espalhados pelo mundo sobre como fazer café, empreendedorismo e saber mais sobre a cultura do café.

Duas fotografias de Laila foram já publicadas na página da Microsoft no Instagram, além de um vídeo a promover a iniciativa. A pessoa que se segue é Bem Starnes, médico e chefe do departamento de cirurgia vascular na Universidade de Washington. Starnes tem-se destacado por usar a impressão em 3D para criar peças necessárias para salvar pessoas com problemas graves de saúde, como aneurismas da aorta.

"Com o avançar da viagem, esperamos que as pessoas adicionem os seus próprios exemplos de como usam a nossa tecnologia a #DoMore", diz Rob Wolf, gestor de comunicações na Microsoft e responsável pela nova página no Instagram da empresa.