Paris Photo 2014
Foto
Paris Photo 2014

Duas galerias portuguesas em destaque no Paris Photo

Daniel Blaufuks e Carla Cabanas são dois dos fotógrafos cujos trabalhos vão estar expostos na 18.ª edição do Paris Photo, que termina no domingo, 16 de Novembro

Duas galerias portuguesas participam na 18.ª edição do Paris Photo, salão internacional de fotografia que arrancou esta quinta-feira, 13 de Novembro, na capital francesa e decorre até domingo, no Grand Palais, com 143 galerias de 35 países. "O objectivo é apresentar os nossos artistas, apresentar a galeria e dar-nos a conhecer ao mundo, visto que isto é uma montra internacional onde aparecem os melhores, e nós estamos aqui entre os melhores", disse à Lusa o galerista Carlos Carvalho.

A galeria Carlos Carvalho Arte Contemporânea está presente no Paris Photo pelo segundo ano consecutivo, voltando a apostar no fotógrafo português Daniel Blaufuks, e apresentando, pela primeira vez, "as fotografias intervencionadas" da portuguesa Carla Cabanas e as paisagens e naturezas mortas do espanhol Manuel Vilariño.

"O Daniel [Blaufuks] e a Carla [Cabanas] trabalham a memória, o tempo e o registo. O Manuel Vilariño apresenta uma fotografia que, sendo paisagem, é muito abstrata, é um tempo parado, um tempo afectivo, uma ausência. Tanto a Carla como o Daniel apresentam edifícios destruídos: o Martim Moniz e a fábrica em ruínas. São arquitecturas, enquanto o Vilariño são mais locais inóspitos", descreveu Carlos Carvalho.

Daniel Blaufuks volta a estar representado naquele que vê como "o ponto de encontro para pessoas de vários cantos do mundo que trabalham com ou para a fotografia" e apresenta fotografias de grande formato tiradas do projecto Fábrica, uma instalação fotográfica, cinematográfica e um livro, desenvolvidos no âmbito de Guimarães, Capital Europeia da Cultura 2012. "A Fábrica é um livro editado no ano passado com a editora portuguesa Pierre von Kleist. É um trabalho bastante vasto. Em Abril deste ano fiz uma exposição no Brasil e dessas [fotografias] decidi escolher algumas para aqui. Foi o instinto e pensar que fazem sentido juntas", explicou à Lusa Daniel Blaufuks, que terá nova exposição — "Toda a Memória do Mundo - Parte Um" — no Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado, em Lisboa, do próximo dia 11 de Dezembro a 22 de Março de 2015.

Ligada ao projecto de doutoramento que Daniel Blaufuks tem desenvolvido na University of Wales, em Newport, a exposição cruza literatura europeia (Georges Perec e W.G. Sebald) e a memória individual do Holocausto. Para as galerias portuguesas, a presença no Paris Photo "é um grande investimento, desafio e esforço", sublinhou Carlos Carvalho à Lusa, lamentando a falta de ajudas estatais e relembrando que "as galerias exportam obras de arte que trazem mais-valias para a economia".

Pela quinta vez no evento está a galeria Filomena Soares, que esta quinta-feira já tinha conseguido vender algumas das obras expostas, nomeadamente do angolano Kiluanji Kia Enda, finalista do BES Photo em 2011. "Obviamente que é um dos melhores salões de fotografia a nível mundial, o que cria uma grande expectativa em participar tanto pela divulgação dos artistas, como pelo interesse a nível internacional e pelas vendas", disse à Lusa Manuel Santos, director da galeria que percorre, por ano, onze salões a nível mundial. Em exposição, estão, ainda, obras dos portugueses Helena Almeida, João Penalva, João Tabarra, Pedro Barateiro e Igor Jesus, com preços a oscilar entre 3000 a 60.000 euros.

Sugerir correcção