Phoenix Comicon/Flickr
Foto
Phoenix Comicon/Flickr

Amadora investe numa Bedeteca e numa Fanzineteca

A partir de sábado, a biblioteca municipal da Amadora ganha uma Bedeteca com mais de 40 mil publicações

A biblioteca municipal da Amadora contará, a partir de sábado, com uma Bedeteca com mais de 40 mil publicações e prepara-se para acolher uma "Fanzineteca", um espaço dedicado a publicações alternativas.

Contactado pela agência Lusa, o vereador da Cultura da autarquia da Amadora, António Moreira, explicou que o funcionamento da Bedeteca não interferirá com as valências do Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem (CNBDI), um equipamento cultural que existe no concelho desde 2000. "A Bedeteca pretende responder ao público que frequenta a biblioteca municipal. São valências culturais autónomas da cidade", disse.

A Bedeteca funcionará na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, inaugurada em 2009, e contará com equipamentos de acesso a BD digital, duas zonas de exposições e uma área dedicada à banda desenhada para os mais novos. Ainda não está formalizado o protocolo, mas a autarquia planeia ter uma "Fanzineteca", um núcleo dedicado em exclusivo a fanzines (revistas feitas de forma artesanal e não profissional), que contará com doações de Geraldes Lino, conhecido especialista e coleccionador de fanzines.

A inauguração da Bedeteca é assinalada com duas exposições: "O Resto da Revista — o que (quase) fica de fora das histórias da banda desenhada", e "25 Anos, 25 Autores, 25 Cartazes", dedicada aos cartazes das 25 edições do festival AmadoraBD. A intenção da autarquia, explicou António Moreira, é manter uma programação regular na Bedeteca e uma colaboração estreia com o festival AmadoraBD.

As bibliotecas municipais contam com banda desenhada nos seus catálogos, mas nem todas têm um serviço especializado em BD. Em Portugal são conhecidas a Bedeteca de Beja, organizadora do festival de banda desenhada local, e a Bedeteca de Lisboa, que chegou a ter existência autónoma, mas acabou por ser integrada nos serviços da biblioteca municipal dos Olivais.

O Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem tem uma biblioteca especializada, um centro de edição e pesquisa e uma colecção de estudos, pranchas e ilustrações com cerca de 10 mil peças. A inauguração da Bedeteca da Amadora acontecerá no fim-de-semana de encerramento do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, que cumpre 25 anos.