Portuguesa Codacy premiada num dos maiores eventos de tecnologia da Europa

Startup criada em Lisboa foi distinguida no Web Summit.

Jaime Jorge fotografado em 2013, na incubadora Startup Lisboa
Foto
Jaime Jorge fotografado em 2013, na incubadora Startup Lisboa Nuno Ferreira Santos

A empresa portuguesa Codacy foi premiada no Web Summit, em Dublin, um evento de grandes dimensões dedicado ao empreendedorismo e à tecnologia.

A Codacy, que desenvolveu um serviço destinado a empresas para rever automaticamente e encontrar falhas em código informático, foi distinguida num concurso de apresentações, que normalmente são designadas na gíria do sector pela palavra inglesa pitch. A startup foi premiada na categoria Beta, destinada a empresas que já passaram a fase inicial e conseguiram algum investimento.

A empresa nasceu com o nome Qamine quando o fundador, Jaime Jorge, estava a fazer um mestrado no Instituto Superior Técnico, em Lisboa. Jorge acabou por criar a empresa e trabalhar na incubadora Startup Lisboa, tendo depois conseguido obter investimento do fundo de capital de risco londrino Seedcamp.

Hoje, a empresa tem oito pessoas e, há um ano, recebeu um investimento em torno dos 400 mil euros por parte dos fundos portugueses Espírito Santo Ventures e Faber Ventures.

A Web Summit reuniu este ano cerca de 20 mil pessoas e entre os oradores estavam o co-fundador do Twitter Jack Dorsey, o co-fundador do Skype Niklas Zennström e o empresário Elon Musk, criador dos automóveis eléctricos Tesla.