Helicóptero resgata com vida mulher que caiu de ravina no Cabo da Roca

Mulher ficou na arriba depois de cair de uma altura de 60 metros.

Foto
Cabo da Roca é o ponto mais ocidental do continente europeu Enric Vives-Rubio

Uma mulher que caiu nesta quinta-feira de uma ravina no Cabo da Roca, no concelho de Sintra, foi resgatada com vida da arriba por um helicóptero, cerca das 17h, informou o comandante da capitania do porto de Cascais, Mário Domingues.

As autoridades marítimas foram alertadas através dos bombeiros, pelas 14h15, para a queda de uma mulher, com cerca de 25 anos, adiantou a mesma fonte à agência Lusa. A vítima caiu de um trilho, sem protecção, e "ficou na arriba após cair de cerca de 60 metros de altura", adiantou o comandante Mário Domingues.

Apesar da mobilização de uma lancha do Instituto de Socorros a Náufragos para o local, situado a cerca de 500 metros a sul do farol do Cabo da Roca, as autoridades constataram a impossibilidade de resgatar a vítima por via marítima, tendo accionado um helicóptero Kamov de socorro e emergência.

A mulher foi resgatada pelo meio aéreo da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), cerca das 17h, "com vida e com algumas escoriações", explicou o comandante da capitania de Cascais, que desconhecia a extensão dos ferimentos.

Os meios de socorro e assistência foram concentrados junto ao campo de futebol da Azóia, mas o intenso nevoeiro desviou o helicóptero para o aeródromo de Tires, em Cascais.

Segundo a página da internet da ANPC, foram mobilizados para o local 13 bombeiros dos voluntários de Almoçageme e meios da Polícia Marítima e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), apoiados por sete veículos e um helicóptero.