Bloco e Podemos trocam contributos entre Lisboa e Madrid

Eurodeputada Marisa Matias e coordenadora Catarina Martins estarão na Assembleia Cidadã do Podemos uma semana antes de Pablo Iglesias vir discursar a Lisboa.

Foto

Primeiro, a coordenadora Catarina Martins e a eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, deslocar-se-ão a Madrid para assistir à sessão de encerramento da Assembleia Cidadã do Podemos, a 15 de Novembro. Uma semana depois Pablo Iglesias, o mais destacado responsável político do Podemos, estará em Lisboa a convite dos bloquistas e fará uma intervenção no dia 21, véspera do arranque formal da IX Convenção do Bloco.

Esta troca de contributos entre o recém-criado partido espanhol e o Bloco de Esquerda sucede num momento em que o Podemos alcança, numa sondagem divulgada este domingo pelo El País, um resultado surpreendente. O partido, com escassos oito meses de vida, e que conseguiu eleger cinco eurodeputados nas últimas europeias, surge a um ano das legislativas espanholas como o mais votado, remetendo para terceiro lugar o Partido Popular do primeiro-ministro Mariano Rajoy.

A eurodeputada Marisa Matias destaca ao PÚBLICO a “grande afinidade” do BE com o Podemos e o trabalho conjunto que têm nos últimos meses no Parlamento Europeu no Grupo da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Verde Nórdica (GUE/NL), nomeadamente em matéria de política económica e corrupção.

“Há também uma grande sintonia em questões como a renegociação da dívida, a revisão da política fiscal e do Tratado Orçamental”, diz a eurodeputada, que sublinha deslocação a Lisboa de Pablo Iglesias. “Pablo Iglesias mostrou-se disponível para se encontrar com as gentes do BE”, afirmou a única deputada do BE em Bruxelas.

O Bloco convidou para essa sessão internacional que decorre na véspera do arranque formal da Convenção representantes dos gregos Syriza, do Sinn Féin, da Irlanda, e também espanhóis da Esquerda Unida, de quem aguarda ainda confirmação.

Na Assembleia Cidadã “Sim, podemos", que se realizará a 15 de Novembro, em Madrid, o partido vai apresentar o resultado da votação que envolveu cerca de112 mil participantes e da qual resultará a eleição do Conselho de Cidadãos Podemos e do secretário-geral.

Sugerir correcção