Afinal Christian Bale não será Steve Jobs no novo biopic do fundador da Apple

Depois de ter sido dado como confirmado há duas semanas, é agora anunciado que o actor terá afinal declinado o papel

Depois de Leonardo di Caprio, também Christian Bale também acabou por declinar interpretar Steve Jobs
Foto
Depois de Leonardo di Caprio, também Christian Bale também acabou por declinar interpretar Steve Jobs REUTERS/Eric Thayer

A confirmação acabou, afinal, por não se confirmar. No final de Outubro, Christian Bale foi anunciado como o actor que interpretará Steve Jobs no segundo biopic dedicado ao fundador da Apple, a ser realizado por Danny Boyle. Segundo a Variety, as negociações nunca chegaram a uma conclusão definitiva e Bale acabou por se afastar do projecto. Assim sendo, a produtora Sony terá que procurar novo actor para protagonizar o filme, isto depois de, antes de Bale, também Leonardo di Caprio ter declinado a proposta.

Ainda segundo a Variety, a Sony está neste momento a negociar com Seth Rogen a possibilidade deste interpretar Steve Wozniak, o co-fundador a Apple com Steve Jobs. Em Outubro, o argumentista Aaron Sorkin declarara à Bloomberg Television que Bale era o homem certo para o papel. Tão certo que fora dispensado das habituais audições. Tão certo que David Fincher, o realizador que primeiro esteve ligado ao projecto, antes de Danny Boyle, só teria aceitado realizá-lo se tivesse Bale no papel principal.

O filme é uma adaptação da biografia de Steve Jobs escrita pelo jornalista Walter Isaacson, publicada em 2011. Será a segunda adaptação ao cinema da vida do fundador da Apple, que morreu aos 56 anos de cancro no pâncreas, depois de Jobs, de 2013, que teve Aston Kuchner no papel principal e que registou fracos resultados de bilheteira.