O Barreiro Rocks volta a ser festa para durar três dias

Festival começa esta sexta-feira e vai até ao dia 7 de Dezembro.

Foto
Os Bad New Boys, nova encarnação dos antigos King Khan & BBQ, actuam no último dia do Barreiro Rocks

Lembram-se do Barreiro Rocks? Como não recordar o festival de rock’n’roll à séria, instalado no pavilhão de uma associação na distinta cidade da margem Sul do Tejo? Esse que ao longo dos anos nos trouxe Ty Segall quando ainda mal sabíamos quem era, e que nos deu Black Lips, Billy Childish ou Speedball Baby para se juntarem às festividades? Festa popular e festa rock’n’roll, isso é que é o Barreiro Rocks. E portanto, muito naturalmente, lembramo-nos. Aliás, como não lembrar se ele nunca se foi verdadeiramente embora?

Nos últimos dois anos, os constrangimentos financeiros obrigaram a reduzir a festa a um dia bem preenchido. Este ano, teremos tudo a que temos direito: a partir de hoje três dias de Barreiro Rocks. Cabeças de cartaz: a israelita Tamar Aphek, mulher tanto do rock descarnado quanto da voz pop (esta sexta-feira), os The Experimental Tropic Blues Band, senhores do rock garageiro belga desde 1999 (dia 6) e os Bad New Boys (dia 7), que são nada menos do que o nome sob o qual respondem agora os nossos tresloucados xamãs do rock’n’roll preferidos, King Khan & BBQ.

Para além deles, como é tradição do festival, teremos uma vasta armada de nomes em destaque na música portuguesa das margens (do rock, do psicadelismo, do garage, do stoner). Esta sexta-feira, passarão pelo pavilhão do Grupo Desportivo Os Ferroviários Kilimanjaro, Asimov, Pista, Pow, Cangarra e Besta. Sábado, sobem a palco 10000 Russos, The Jack Shits, Alek Rein, Smix Smox Smux e Tracy Lee Summer. Domingo, juntam-se aos Bad New Boys The Act-Ups, Modernos, Dirty Coal Train, Thee O.B.’s, Cave Story e Los Saguaros.