Marrocos pede adiamento do CAN por receio do ébola

Foto
Na próxima semana, o Governo marroquino vai enviar uma delegação ao Cairo, capital do Egipto, para uma reunião com os directores da CAF Dominique Faget/AFP

O Governo de Marrocos pediu o adiamento da fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN), que deveria realizar-se naquele país entre Janeiro e Fevereiro de 2015, devido aos riscos de propagação do vírus ébola.

Num comunicado emitido nesta sexta-feira à noite, o ministério da Juventude e Desportos marroquino informa que enviou o pedido ao presidente da Confederação de Futebol Africano (CAF), Issa Hayatou, sem no entanto especificar no documento uma nova data.

Na próxima semana, o Governo marroquino vai enviar uma delegação ao Cairo, capital do Egipto, para uma reunião com os directores da CAF, na qual vai explicar as razões que justificam o adiamento da competição e as eventuais medidas a aplicar.

Segundo a agência EFE, a decisão das autoridades marroquinas é justificada com uma recomendação do Ministério da Saúde, que pretende "evitar concentrações de pessoas de países afectados pelo ébola", vírus que atingiu de forma mais grave a região oeste africana, entre a Libéria, Guiné Conacri e a Serra Leoa.

A organização da fase final da CAF é o maior evento desportivo que se vai realizar em Marrocos, após o Mundial de Clubes (Mundialito), previsto decorrer entre 10 e 20 de Dezembro, nas cidades de Rabat e Marraquexe, mantendo-se, para esta competição, as datas planeadas.