Casas sem tecto de pessoas sem casa

Fotogaleria

São casas enroladas, amarfanhadas, encaixotadas. São "Casas sem Tecto" de pessoas sem casa, "pertences guardados com que nos cruzamos nas ruas todos os dias" e que tornam evidente a presença de pessoas sem-abrigo, explicou ao P3 Martin Henrik, de 22 anos. "Caixas de cartão, mantas, roupa e sacos são alguns dos adereços com que nos deparamos ao virar da esquina. O que pretendo mostrar com este projecto é que a presença de um sem-abrigo é bastante sentida mesmo sem a figura humana presente nas fotografias". O fotógrafo (este foi o seu projecto para conclusão do 1º ano do curso profissional, no Instituto Português de Fotografia) captou estes cenários por várias ruas do Porto, ao entardecer para "conseguir um ambiente de luz 'personalizado', captando a sombra que neles incidia, a forma como estavam dispostos, os padrões e as formas geométricas encontrados ao seu redor".

Sugerir correcção