DR
Foto
DR

Con+ainer

Gostamos de inquéritos — e de música. Decidimos encostar à parede pequenas editoras portuguesas. A Con+ainer não anda aqui há dois dias — já são dois anos

Entre Hamburgo e o Porto, entre o Hamburg Hefen e o Porto de Leixões, viaja há já dois anos um contentor chamado Con+ainer que carrega várias camadas de música electrónica: house, acid-techno, breaks, ambient music, e mais qualquer coisa. A comandar a carga estão Ludovic (na foto), Fábio Fernandes e Fabian Eichstaedt. Para celebrar o 2.º aniversário, está cá fora uma compilação que dá a volta ao mundo. E, promete Ludovic, estão novos lançamentos na calha, de LCAO, Klipar, Cloche e Umbra. 

Ninguém vos disse que já não se vive da música?

Sim, mas o amor consegue-nos levar a fazer as coisas mais parvas que há memória.

PÚBLICO -
Foto
Luís Octávio Costa e Amanda Ribeiro encostam à parede pequenas editoras portuguesas

Escolheram o nome da vossa editora numa noitada de Scrabble?

Desde o momento em que a editora foi criada e até hoje nunca estivemos todos juntos na mesma sala, por isso teria que ser uma versão do Scrabble online. Existe disso? Na realidade temos um fascínio quasi-fetichista com portos industriais. Em Hamburgo com o Hamburg Hefen, aqui em Portugal com o Porto de Leixões.

Que bandas de outra editora levariam para uma ilha deserta?

Para fazer o quê, exactamente? Não me levem a mal mas se não existir, pelo menos, corrente nessa ilha deserta eu prefiro estar lá sozinho. Conseguem imaginar uma ilha deserta cheia de músicos sem nada para fazer a não ser bater com pedras em cocos? Eu acho que levava os meus rapazes todos. O JGYB, os Voxels para vermos os episódios de Archie em marionetas, o Miguel Torga para dissertações , o Trikk acho que não pode, o Shcuro para ajudar nos rituais obscuros e o resto da malta para cozinhar e limpar a ilha porque eu vou estar muito ocupado a manter a ordem (sim, a ideia era eu ser o Xerife).

A vossa editora tem sotaque?

Principalmente alemão. Eu pouco sotaque tinha mas quando fui morar para o Porto comecei a absorver algumas das "qualidades" características da cidade.

Quando é que foi a última vez que encheram os bolsos e o ego?

Diz a minha mãe que os bolsos foi quando fui baptizado. O Ego encho sempre quando vejo algum dos artistas da editora a ser notícia algures. É como se fossem todes mes' ricos filhes!

Um álbum também se come com os olhos. Quem é o verdadeiro artista?

Eu prefiro uma francesinha mas o que é que se há de fazer? As capas aparecem feitas debaixo da almofada sempre que acordamos, mas o logo + foi feito pela Vespa e o lettering foi feito pelo Pedro Sousa aka Borboto.

Qual é o melhor sítio para ouvir música?

No estúdio em Braga onde se fazem as masterizações e onde, às vezes, se fazem as misturas das faixas. Estão lá as futuras edições todas, gente nova, gente de cá mais ou menos estabelecida, tudo com melodias maravilhosas a sair de umas enormes Genelec. Ainda por cima é num rés-do-chão a contar vindo do céu com uma bela vista para as montanhas do Gerês. Não há melhor.

E que tal uma piada seca?

Olá mãe, estou no P3!