Paulo Pimenta/DR
Foto
Paulo Pimenta/DR

CaCo: uma marca portuguesa de cerâmica feita à mão

A CaCo desenha e produz objectos contemporâneos em cerâmica, a partir da experiência e das técnicas da olaria tradicional de Barcelos

A CaCo é uma marca portuguesa de cerâmica criada por mãe e filha, pela arquitecta Teresa Vaz, 61 anos e pela designer de interiores Maria Ramalho, 33 anos. As peças de cerâmica são feitas à mão, em barro branco sem químicos, a partir das técnicas da olaria tradicional de Barcelos, são utilitárias e domésticas, podem ir ao forno e ser lavadas na máquina.

As peças da CaCo são feitas à mão, em Barcelos, em diversas oficinas de olaria, nas quais os oleiros produzem a peça na roda de oleiro, porque é um trabalho que exige um grande desgaste físico e as mulheres ficam encarregues da pintura com técnicas tradicionais, da limpeza e da embalagem dos objectos.

Inspirada na diversidade de formas usadas na olaria tradicional, a CaCo ergue todas as suas peças na roda de oleiro e decora-as usando técnicas empregues na olaria barcelense, tais como pontilhados, tracejados e linhas, mas de uma forma não tradicional. As pastas cerâmicas e as cores – com vidrados sem toxidade – dispõem e conjugam uma diversificada gama de tons, como laranja, verde lima, azul, púrpura, amarelo, vermelho, rosa e cinzento, por exemplo.

PÚBLICO -
Foto
São peças para todas as pessoas e é o utilizador que dá uma função à peça. Paulo Pimenta/DR

No passado dia 13 de Setembro foi inaugurada a loja da CaCo, nas Galerias Lumiére, no Porto. Uma loja híbrida com um estilo minimalista, onde a cor dos pratos, dos vasos, das hidras e dos potes, entre outros objectos originais, se sobrepõe ao branco das paredes e das estantes. “Queríamos ter um espaço físico, uma loja que fosse híbrida, que servisse como 'showroom', escritório e onde pudéssemos atender os nossos clientes”, conta Maria Ramalho ao P3.

PÚBLICO -
Foto
As cores – com vidrados sem toxidade – dispõem e conjugam uma diversificada gama de tons. Paulo Pimenta/DR

A ideia surgiu há cerca de três anos e começou com uma experiência suscitada por um gosto pela cerâmica em fusão com uma vontade de produzir. “Foi tudo um processo experimental, fizemos os desenhos, levamo-los a uma oficina de cerâmica em Barcelos e gostamos do resultado”, sublinha Maria Ramalho. Inicialmente Teresa e Maria criaram algumas peças para uso pessoal, mas em pouco tempo já produziam para vender aos amigos, para vender na Loja da Fundação de Serralves e posteriormente na Loja online da CaCo.

PÚBLICO -
Foto
As peças da CaCo são feitas à mão, em Barcelos, em diversas oficinas de olaria. Paulo Pimenta/DR

As peças da CaCo têm, de acordo com a designer, um carácter quase único, tendo em conta que só produzem uma determinada cor no máximo em quatro peças e que é o utilizador que dá uma função à peça. “As nossas peças podem ser utilizadas como vasos, fruteiras, os nossos potes dão para fazer “soufflés”, no fundo cada peça é o que o utilizador quiser que ela seja”, refere Maria.

Peças com uma visão moderna

São peças para todas as pessoas, desde as que gostam de cerâmica tradicional às que têm uma visão moderna. De acordo com Maria, cada peça surge de um olhar contemporâneo sobre a infância e sobre aquilo que as inspira no dia-a-dia. “A minha família tem origens em Barcelos e quando a minha mãe era pequenina passava férias em Galegos, uma zona com muitas oficinas de olaria. Ela ia aos oleiros e trazia peças de cerâmica para brincar. Esta memória nunca lhe saiu do pensamento e influenciou o nosso trabalho”, menciona a designer.

Da projecção ao produto final é preciso desenhar, levantar a peça (transformá-la em três dimensões) pensar as cores, ver como elas funcionam e depois da peça ir ao forno é necessário aguardar pelo resultado final. “Muitas das nossas peças surgem como uma experiência, tal como todo o projecto, há sempre um bocadinho de mistério sobre o resultado final”, afirma Maria.

A CaCo já exporta para diversos países de entre os quais se destacam Austrália, Estados Unidos da Améria, Nova Zelândia, Japão e Itália. “A CaCo consegue produzir em grandes quantidades, coisa que eu nunca pensei que algum dia conseguíssemos fazer, porque são peças feitas à mão”.

As peças estão disponíveis na Loja online, no Facebook e no Tumblr e os preços variam entre os 18 euros e os 39,50 euros.