Fotogaleria
ZA! - Casa Viva DR
Fotogaleria
Thee Oh Sees Miguel Meira

Lovers & Lollypops: nove anos, nove concertos

Uma parte da história da promotora reside nos míticos concertos que organizaram. Joaquim Durães e Márcio Laranjeira escolheram nove, todos memoráveis, nenhum no Milhões de Festa: "Para esses precisaríamos de uma listagem à parte"

1. Linn Youki Project — Lounge (Lisboa)

Porque foi o primeiro, porque não sabíamos no que nos estávamos a meter e, claro, porque o primeiro nunca se esquece.

PÚBLICO -
Foto
Black Bombaim - Plano B DR

2. Radio Moscow + Black Bombaim — Plano B (Porto)

O Plano B encharcado de suor com os Black Bombaim a servirem de anfitriões perfeitos para a estreia de Parker Griggs e companhia. Uma noite nebulosa e fumarenta como os sessentas nos ditaram. O vídeo diz respeito, não ao concerto no Plano B, mas ao do Hard Club em que, após quatro anos e depois de uma passagem pelo Milhões de Festa, lotaram quase por completo a sala 1.

3. Thee oh Sees + No Age — Plano B (Porto)


Ver Thee oh Sees dar uma coça a todo público presente, provavelmente o melhor concerto de rock que alguma vez vimos, e os No Age a fazerem pela vida de seguida.

4. ZA! + AU — Casa Viva (Porto)


Aquela que ficou conhecida como a sexta feira Zanta — meia dúzia de gatos pingados que ficaram fãs para toda a vida dos ZA!, seguramente a banda mais entusiasmante que alguma vez tivemos a oportunidade de assistir. Depois deste concerto, a urgência de criar um evento que desse palco e público a todas estes pessoas especiais tornou-se prioridade.

5. Comets on Fire — Porto Rio (Porto) 


Maior descarga de distorção e adrenalina que alguma vez aquele barco sofreu. Luta titânica entre a banda e o técnico de som por causa do volume sonoro que acabou com um autêntico ataque ao PA com todos os "amps" todos no vermelho. Uma perda enorme terem acabado, não nos importaríamos de os fazer banda residente no Milhões de Festa.

6. Jibóia — Restaurante Divan (Porto)


Fazer uma apresentação de um disco num restaurante de "kekabs", com uma negociação surreal com o dono, numa noite em que este acabou super feliz a cantar e a dançar enquanto o Santos (Dj Lynce) passava um clássico Curdo.

7. Trips à Moda do Porto c/ Wooden Shjips, Sic Alps, Six Organs of Admittance e James Blackshaw — Maus Hábitos e Passos Manuel (Porto)


Noite de gala organizada com os companheiros da Amplifcasom. Ainda hoje parece um sonho termos juntado tanta gente boa e talentosa nas duas margens da Rua Passos Manuel.

8. Health — Museu de Olaria de Barcelos


Na altura pareceu-nos boa ideia organizar um concerto de Health, em Barcelos, a uma segunda feira à noite e no Museu de Olaria. Resultado: toda a gente estupefacta com a jarda dos homens, principalmente os funcionários do museu que passaram o concerto todo agarrados às peças mais importantes com receio que se partissem.

9. Future Islands — Hard Club (Porto)


Porque ainda não aconteceu e porque temos a certeza que entrará para o top 10 no aniversário da década em 2015.