Colares e Cascais

Durante o mês de Setembro, Colares tem ficado a rir-se e a nadar.

Quando Colares está enevoado, o sol pode muito bem estar a brilhar em Cascais. Entre as Azenhas do Mar, em Colares, até Cascais há para aí duas dúzias de micro-climas. É um prazer conhecê-los para ter o prazer maior ainda de ousar escolher entre eles.

O sol e as nuvens passeiam-se entre a freguesia de Colares como turistas indecisos, por terem tantos sítios bonitos por onde escolher. As nuvens e as neblinas, infelizmente (ou até felizmente) não estão menos apaixonadas pelas nossas terras e praias do que o sol e o céu azul.

Não sei se é da serra de Sintra. Às vezes a bendita serra protege-nos do frio, da chuva e das nuvens. É o que tem acontecido nestes últimos dias. Outras vezes, quando o capacete natalício (assim chamado por alcançar atmosferas de presépio até no pico de Agosto) fica preso deste lado, a maldita serra não as deixa fugir, protegendo Cascais e os arrabais que tem.

Durante o mês de Setembro, Colares tem ficado a rir-se e a nadar. No indispensável (e imelhorável) app Praia em Directo da Vodafone, na segunda-feira, às 13h23m, a temperatura da água na Praia das Maçãs, Praia da Adraga e Praia Grande era 23,7 graus. A temperatura do ar era 22,3 graus.

Estivemos lá e verificámos. Em Cascais, na magnífica Praia da Conceição, a água estava a 22,6 graus e o ar a 22 graus.

Ora bem.