MUVI: a música no grande ecrã num novo festival em Lisboa

MUVI Lisboa decorre no cinema São Jorge com filmes sobre José Mário Branco, Morphine ou Legendary Tiger Man

Chama-se MUVI Lisboa e é a mais recente “entrada” no mapa de festivais de cinema da capital. A decorrer desta quarta-feira até ao próximo domingo na sala do Cinema São Jorge, o MUVI é um festival dedicado exclusivamente ao cinema sobre música – invertendo, nas palavras da própria organização, a tendência para os filmes sobre música terem secções paralelas em certames de maior dimensão (como o IndieLisboa ou o DocLisboa).

A secção competitiva do certame, aberta a produções portuguesas ou estrangeiras rodadas ao longo dos últimos 18 meses, divide-se por três formatos – longas-metragens, curtas-metragens e telediscos – cada um com um júri distinto.

Entre os filmes a concurso estão o documentário de Pedro Fidalgo e Nelson Guerreiro sobre José Mário Branco estreado no IndieLisboa, "Mudar de Vida"; "Marina", do belga Stijn Coninx, biografia do cantor italiano Rocco Granata (criador da célebre Marina); "True", o documentário de Paulo Segadães sobre as gravações do mais recente disco de Paulo “Legendary Tiger Man” Furtado; ou "Our Vinyl Weighs a Ton", documentário de Jeff Broadway sobre a editora de culto americana Stones Throw.

Na competição de telediscos surgirão títulos dos Savages, Rodrigo Amarante, Jack White, St. Vincent, Tune-Yards, NBC, James, Batida, Mão Morta, Noiserv ou You Can't Win Charlie Brown.

Fora de concurso, o MUVI exibirá "Cure for Pain", documentário biográfico sobre o falecido líder dos Morphine, Mark Sandman, ou "Cidade de Deus: 10 Anos Depois", onde Cavi Borges e Luciano Vidigal investigam as consequências do êxito do filme de Fernando Meirelles naqueles que nele participaram.

O programa completo do MUVI pode ser consultado no site oficial .