Benfica paga 10 milhões por Samaris

Médio grego assinou por cinco anos. Cláusula de rescisão de 45 milhões.

Jorge Jesus está satisfeito com a chegada de mais um reforço à Luz
Foto
Jorge Jesus está satisfeito com a chegada de mais um reforço à Luz Rafael Marchante/Reuters

Jorge Jesus confirmou nesta sexta-feira a contratação pelo Benfica do médio grego Samaris, bem como a busca de um avançado pelo clube.

O treinador do Benfica mostrou-se satisfeito com a contratação do médio grego Samaris, confirmando a transferência do jogador do Olympiacos. "É um jogador com o perfil do que queríamos, não só físicos como técnicos e estamos muito satisfeitos com a contratação dele", disse.

Os valores da transferência foram confirmados ao final da noite num comunicado da Sociedade Anónima Desportiva “encarnada” à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) — 10 milhões de euros pela totalidade do passe, cinco temporadas de vínculo e uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros. Agora fica a faltar um avançado, conforme o próprio Jesus revelou, para colmatar as saídas de Rodrigo e Cardozo.

Samaris não é o primeiro grego a ingressar na equipa da Luz. Foi pela mão de Jupp Heynckes que em Janeiro de 2000 se estreou Machairidis, num derby com o Sporting. O trinco tinha chegado juntamente com Sabry, do PAOK Salonica. O “namoro” de Heynckes à dupla começou após uma eliminatória em que o Benfica encontrou a equipa grega na Taça UEFA, na época anterior. Se o egípcio cativou o Estádio da Luz, o mesmo não se pode dizer de Machairidis, que ao fim de 16 jogos abandonou o Benfica.

Três anos depois chegaria o lateral Panagiotis Fyssas, vindo do Panathinaikos e com mais estatuto do que Machairidis. Das duas épocas que passou no Benfica a melhor recordação talvez seja o golo de belo efeito que marcou ao FC Porto na final da Taça, em 2004, e que permitiu aos “encarnados” levantar o troféu. Nesse mesmo ano, Fyssas ainda faria parte da selecção grega que conquistou o Euro 2004 em Portugal.

Dessa selecção fizeram também parte Giorgios Karagounis e Kostas Katsouranis, uma dupla de médios que também passou pela Luz. Ambos deixaram boas recordações e, apesar da idade avançada, ainda fizeram parte da selecção grega no Mundial 2014.