Futebol

Derrota por 2-0 na Bielorrússia complica qualificação do Nacional

Madeirenses derrotados pelo Dínamo de Minsk no jogo da primeira mão do play-off da Liga Europa.
Foto
DR

O Nacional foi derrotado (2-0) esta quinta-feira pelo Dínamo de Minsk na primeira mão do play-off de acesso à Liga Europa.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

O Dínamo de Minsk jogava em casa dos rivais do BATE Borisov, mas isso em nada prejudicou a sua exibição. Num jogo morno, em que a chuva foi uma constante, o emblema madeirense raramente conseguiu impor o seu jogo. Um penálti e um remate de longe foram suficientes para garantir a vitória do Dínamo que, sem deslumbrar, foi um conjunto eficiente.

A derrota caseira na primeira jornada da I Liga levou Manuel Machado a efectuar três mexidas no “onze” inicial, com o objectivo de aumentar a eficácia ofensiva do Nacional. Mas se contra o Moreirense falhou a finalização, já contra o Dínamo as debilidades na construção foram gritantes.

Os primeiros minutos do encontro foram de pouca intensidade, passes falhados e algumas faltas. O Dínamo tinha mais bola mas quando a perdia o Nacional mostrava-se incapaz de sair para o contra-ataque. Foi necessário esperar até aos 28’ para que os madeirenses se aproximassem com algum perigo da baliza bielorrussa, através de um remate desenquadrado de Ezzat.

Seria o defesa egípcio a protagonizar o lance que deu origem ao primeiro golo do jogo, depois de derrubar Udoji na área. Stasevich não desperdiçou (44’) e o Dínamo foi para o descanso na frente.

Ao Nacional pedia-se uma mudança de atitude para a segunda parte, mas foram os donos da casa a entrar melhor. Um remate de fora da área de Nikolic (55’) sofreu um desvio em Miguel Rodrigues e a bola acabou no fundo das redes de Gottardi. O Nacional tentou alcançar um golo que desse algum conforto para a segunda mão. Entraram Reginaldo e Lucas João para reforçar o ataque e as melhorias foram quase imediatas.

A equipa portuguesa aproximou-se mais vezes da baliza e Lucas João esteve muito perto de reduzir (63’), valendo o guarda-redes Gutor. O Dínamo – que ainda não sofreu qualquer golo em quatro jogos na competição – não facilitou na hora de defender e conservou a vantagem até final.

Ficha de Jogo

Dínamo Minsk, 2
Nacional, 0

Jogo no Estádio Borisov Arena, em Borisov.

Assistência Cerca de 5 mil espectadores

Dínamo Minsk Gutor, Karpovich, Politevich, Bangura, Veretilo, Kontsevoi a22’, Nikolic, Udoji (Nikitsin, 83’), Figueredo (Diomande, 65’), Stasevich (Molosh, 92’) e Adamovic. Treinador Vladimir Zhuravel.

Nacional Gottardi, Zainadine (Lucas João, 60’), Miguel Rodrigues, Ezzat, Marçal, Aly Ghazal, João Aurélio, Gomaa, Mário Rondon, Marco Matias e Hyun Jun Suk (Reginaldo, 57’). Treinador Manuel Machado.

Árbitro Michael Koukoulakis (Grécia)

Cartões amarelos Kontsevoi (22')

Golos 1-0, por Stasevich (44’ de g.p.); 2-0, por Nikolic (55’).