Ricardo Salgado já pagou caução de três milhões de euros

O ex-presidente do BES pagou em dinheiro, através de transferência bancária, prescindindo de garantias.

Foto
Ricardo Salgado foi constituído arguido no processo Monte Branco enric vives-rubio

De acordo com fontes próximas de Ricardo Salgado, o montante em questão foi pago através de transferência bancária, sem a prestação de garantias. O ex-presidente do BES não requereu a entrega do seu passaporte.

Após o interrogatório, que durou cerca de oito horas, a cargo do juiz Carlos Alexandre, foi emitido um comunicado em que se afirmava que Ricardo Salgado, constituído arguido, "acredita que a verdade e a justiça acabarão por prevalecer". De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), Ricardo Salgado está indiciado por crimes de burla, abuso de confiança, falsificação e branqueamento de capitais, tendo ficado proibido efectuar contactos com várias pessoas estão relacionadas com o processo Monte Branco.

A PGR afirmou ainda que Ricardo Salgado “manifestou o propósito de prestar declarações e de colaborar com a justiça para o esclarecimento dos factos”.