Deco: despedida com golos ao FC Porto e ao Barcelona

Estádio do Dragão encheu para o jogo de homenagem ao antigo internacional português.

Foto
Deco foi homenageado no Dragão Miguel Nogueira

Deco acabou a carreira no final de 2013 ao serviço do Fluminense, mas fez nesta sexta-feira, no esgotado Estádio do Dragão, a despedida formal num jogo entre os dois clubes que mais marcaram a sua carreira: FC Porto e Barcelona, representados pelas suas versões campeãs europeias em 2004 e 2006, respectivamente.

O encontro, no qual também participou Messi, terminou com um empate (4-4), com o antigo internacional português a marcar um golo por cada equipa, em lances em que revelou manter técnica apurada. "É sempre um orgulho vestir esta camisola. Esta homenagem, estarem todos aqui, jamais vou esquecer na minha vida", disse o luso-brasileiro, dirigindo-se aos adeptos portistas. "Por tudo aquilo que fui no futebol, estou eternamente grato a vocês".

Deco actuou pelas duas equipas, tal como Vítor Baía.

Derlei, McCarthy e Jankauskas, pelo FC Porto, e Messi e Eto’o (2), pelo Barcelona, foram os outros autores dos golos na noite de homenagem ao "mágico".

Do "onze" titular do FC Porto na final da Liga dos Campeões de 2004, em Gelsenkirchen, só esteve ausente Carlos Alberto. Pelo clube catalão, destacaram-se ainda as presenças de Van Bommel, Edgar Davids, Giuly, Gudjohnsen, Sylvinho, Van Bronckhorst ou Belletti. Fernando Santos foi o treinador da equipa portista.