Torne-se perito

Acções do BES seguem a ganhar 5%, indiferentes à detenção do ex-presidente

Bolsa de Lisboa segue em terreno positivo, com todo o sector bancário a acumular ganhos.

Foto

A notícia da detenção de Ricardo Salgado, actualmente afastado da gestão do banco, não teve impacto relevante na bolsa de Lisboa, que segue a valorizar perto de 1%, com as acções do BES a valorizarem-se 5%.

A bolsa portuguesa abriu positiva, com forte valorização do sector bancário, que no caso do BES chegou a superar os 4%, para um máximo de 0,53 euros.

A notícia da detenção do ex-presidente do BES, para interrogatório no âmbito da investigação “Monte Branco”, reduziu o ganho das acções abaixo de 2%, mas por pouco tempo.

Depois de dois meses de fortes perdas, que geraram uma desvalorização do título de quase 60%, o banco voltou aos ganhos bolsistas, sustentado pela entrada da Goldman Sachs, que passou a deter uma participação relevante (2,27%). Na sessão desta quarta-feira, os títulos subiram 14%.

A equipa de gestores independentes, liderados por Vítor Bento, em funções desde o passdo dia 14 de Julho, também contribuiu para maior confiança dos investidores.

Os restantes títulos da banca seguem positivos, com o BCP a ganhar mais de 7%, e o BPI e o Banif mais de 2%.

As restantes bolsas europeias seguem também em terreno positivo.

Sugerir correcção