DR Johan Larsson/Flickr
Foto
DR Johan Larsson/Flickr

Grândola recebe dois dias de Geocaching

A caça ao tesouro "telecomandada" pelo GPS chega mais uma vez a Grândola, desta vez com dois dias dedicados à descoberta dos Geocaches

Grândola guarda um Geocache em qualquer caminho nos dias 25 e 27 de Julho, entre as estações arqueológicas e as ruínas romanas de Tróia, todos os recantos podem esconder um tesouro.

Um ano depois do Grândola 2013, o evento repete-se. Nuno Veríssimo é membro da GeocacherZONE Portugal e contou ao P3 que “no ano passado correu muito bem”. Tão bem que este ano a iniciativa contará com dois dias de duração.

O objectivo deste e de qualquer Geocaching é promover um estilo de vida saudável. “É obrigar-nos a sair do sofá ao fim de semana e irmos caminhar. E com o pequeno objectivo de encontrar os Geocaches, que é o que motiva muita gente a caminhar”, disse Nuno Veríssimo, acrescenta ainda que Grândola tem uma mão cheia de qualidades, desde a gastronomia, às pessoas simpáticas e o que mais atrai os praticantes da modalidade, os trilhos, que segundo a organização são “espectaculares".

Além da preocupação com a saúde existe uma consciência ambiental implícita nestes eventos, Grândola não é excepção, “sábado começaremos o dia com o CITO (Crash In Trash Out), limpeza da vegetação na Barragem Pego de Moura”, explica Nuno Veríssimo.

Durante os dois dias serão disponibilizadas mais de 40 novas Geocaches e serão percorridos cerca de 40km. O evento é gratuito. Para quem pratica Geocaching as inscrições deverão ser efectuadas através de will attend, na página do Geocaching. Para quem deseja conhecer a modalidade e pretende participar neste evento as inscrições deverão ser feitas através de email.

Texto editado por Luís Octávio Costa